quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Um Serra nervoso, mas sem perder tempo ao alfinetar adversária

Tucano foi o terceiro entrevistado na série com presidenciáveis

Um candidato visivelmente nervoso e uma dupla de jornalistas visivelmente benevolentes com o entrevistado. Essa foi pelo menos a impressão que se tem ao término da entrevista do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, no Jornal Nacional desta quarta-feira. O tucano não perdeu tempo ao alfinetar a adversária petista Dilma Rousseff ao dizer que o presidente não pode governar na garupa. Segundo ele, Lula não é mais candidato.
"As pessoas estão preocupadas com o futuro. Quem tem mais condições de tocar o Brasil para frente", disse o tucano, na noite desta quarta-feira na entrevista com pouco mais de 12 minutos na bancada do jornal, com Willian Bonner e Fátima Bernardes. Questionado sobre a aliança com o PTB, legenda envolvida no mensalão, Serra afirmou que os partidos são heterogêneos. Ele lembrou que o partido em São Paulo sempre esteve com o PSDB. "Os personagens principais do mensalão nem foram do PTB, mas do PT', disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO