quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Isso sim é imundice!!! Abram seus olhos e vejam a dura realidade

Arcoverde é uma terra gostosa e  hospitaleira para quem a visita. É até carinhosamente chamada de "Portal do Sertão". É também uma terra de contrastes, onde apresenta um lado negro, invisível, que pouco gente quer mostrar, mas é uma realidade que não era para existir pela riqueza que apresenta ser dotada e pelo importante pólo comercial que representa. A Terra do Cardeal, origem da Fazenda Olho D'Água, antiga Rio Branco.  Arcoverde não pode ostentar esse lado negro das regiões periféricas e órgão públicos e esquecer do seu povo, principalmente pelos recursos que ultimamente vem sendo aportados pelos poderes públicos. Mas inexplicavelmente, Arcoverde apresenta essa mancha negra em sua história, esquecida pelos políticos, com a vista grossa de sua sociedade, enquanto esse estado de miserabilidade de tantos vem se agigantando como uma doença incurável, quando se deveria haver uma maior distribuição de renda e maiores investimentos nas localidades em que o estado de pobreza é mais gritante e que clama por mais atenção dos poder públicos constituídos, sobretudo, o municipal. É esse o lado invisível, o outro lado negro que os mandarins de Arcoverde sabem existir e que, por questões de conveniências políticas e pessoais, não querem mostrar ao povo, mais sabem vir a Buíque e meterem a lingua na administração daquí, e não enchergam a situação de descaso e abandono em que o açougue público da cidade deles se encontra. 
Vejam matéria no Jornal Tribuna da Região, que ja está em circulação em todo Buíque e região.

Foto: Jornal Tribuna da Região.

ATUAÇÃO DO JURÍDICO DA PREFEITURA DO BUÍQUE


Da direita para à esquerda, Drª. Márcia Marina, Dr. Manoel Modesto, Daphane e Vera Lúcia, a turma da pesada do Jurídico.
Setor pouco conhecido dos demais órgãos da administração pública municipal buiquense, o corpo jurídico é formado por um pessoal eficiente e devidamente capacitado para o enfrentamento das questões jurídicas que lhe são colocadas nas mãos. Existem muitos problemas de ordem jurídica a serem resolvidos, entretanto, com um trabalho sério, árduo e dentro do que determina a lei e acima de tudo, em estrita obediência aos interesses do município de Buíque, os advogados que compõe o corpo jurídico,  além das auxiliares integrantes, vem desenvolvendo um trabalho sério no sentido de resolver os problemas em curso e dos que vão aparecendo para o mundo jurídico. Na verdade, o trabalho que ora se desenvolve é no sentido de sempre atuar em defesa dos interesses do município, para que juridicamente venha este a primar por um setor ligado à área jurídica, sempre em dia e bem organizado, atuante e resolvendo os problemas processuais que sempre surgem, tendo o município como parte em que algum suposto direito é discutido, cabendo em última análise, ao Judiciário decidir e julgar na melhor forma da aplicação do bom Direito.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO