sábado, 3 de março de 2012

Entrevista do prefeito Jonas Neto repercute em toda cidade pela sua seriedade e transparência


Na manhã desta sexta-feira 02/03, o radialista Ricardo Resende recebeu nos Studios da Rádio Buíque FM, o atual gestor Municipal Jonas Camêlo Neto para uma entrevista onde o assunto em pauta foi um resumo do carnaval 2012, e outras matérias do interesse da população buiquense. Bem humorado, o prefeito entrou na sabatina de perguntas e respondeu com bastante confiança,   inclusive quando o assunto foi seus adversários políticos.

Ricardo Resende: Nada melhor para iniciar esse programa, passou o Carnaval as festas e para o governo Jonas estar começando o ano agora?

-Jonas Camêlo: Quero agradecer a todas as pessoas que participaram direto e indiretamente do Carnaval de 2012 na cidade de Buíque, como todos os eventos foi um carnaval de altos e baixos mais apesar de tudo foi um carnaval tranqüilo e de muita paz, não tivemos grandes incidentes, nenhuma ocorrência grave no município durante os dias de festas, isso, graças a nossa parceria com a Polícia Militar que mandou o efetivo de 140 homens, e ainda a participação na segurança da guarda municipal e seguranças particulares, o que contribuiu muito para um carnaval em paz.

-Ricardo Resende: Em sua entrevista no dia 20 de fevereiro, o senhor divulgou a programação do carnaval no decorrer do tempo mudanças aconteceram, Parangolé não veio, e a substituta Margareth Menezes também não se apresentou, o que o senhor tem a dizer?

-Jonas Camêlo: Como é de conhecimento da população os contratos existiram, devido à greve da policia baiana vários horários foram mudados em Salvador, e devido à incompatibilidade dos horários Parangolé descumpriu o contrato transferindo sua apresentação em Buíque para a quarta-feira, mais como nosso carnaval termina na terça-feira não seria justo aumentar mais um dia, quanto a Margareth Menezes, a justificativa alegada por parte de sua produção foi que os horários de vôo de Salvador a Recife seria impossível ela ter se apresentado no horário previsto.

-Ricardo Resende: Qual sua versão sobre a presença do TCE no dia da licitação? E os boatos que correram, ouve uma denuncia para não acontecer o carnaval?

-Jonas Camêlo: O carnaval de Buíque não é de Jonas, e sim do povo, por parte da oposição ouve sim uma denuncia para prejudicar o carnaval, mais a oposição de Buíque não sabe fazer oposição. Quando eu não era prefeito, nunca quis acabar com as festas, existiu sim a presença do TCE, assim como a semana passada e hoje, mais não vejo um erro nem irregularidades, não tenho nada a esconder porque toda licitação foi baseada dentro da lei.

-Ricardo Resende: Sobre a diminuição do publico no pátio de eventos?

-Jonas Camêlo: A população de Buíque inclusive os turistas estão mudando a cada ano o seu roteiro carnavalesco, anteriormente se começava a parti das 14 hs, mas, a cada ano o público vem comparecendo um pouco mais tarde, uma prova do que estou falando é que as 16 hs, realmente o pátio tinha poucos foliões, mais a partir das 20 hs, quem estava lá via o pátio tomado por uma multidão, se eu for reeleito tenho que rever os conceitos das festas em Buíque, irei me sentar com os responsáveis dos blocos que fazem parte do carnaval e através do Governo Municipal dar apoio e incentivo, inclusive colocando trio elétricos e bandas para que possamos brincar de manhã, tarde e noite. Um exemplo especifico foi o carnaval da cidade de Tupanatinga, da Pedra e de Arcoverde, que a cada ano vem crescendo mais e quero parabenizar os gestores dessas cidades Manoel Tomé, Zeca Vaz e o prefeito Zeca Cavalcanti, aos quais mando meu abraço.

-Ricardo Resende: Para quem viu a estrutura da cidade realmente estava muito boa, com dois palcos e uma logística de apoio de acordo para um grande evento, mais o que aconteceu com alguns atrasos? O que ouve?

-Jonas Camêlo: Em primeiro lugar, quero parabenizar o bloco As Carmelitas, que a cada ano vem realizando um grande evento, sobre as principais atrações que se apresentaram, para cada um existe um horário programado, o que aconteceu com Harmonia do Samba foi que estava esperando a chegada do bloco As Carmelitas para poder subir no palco, mais os outros dias ocorreu normalmente afinal não posso mandar no coração de ninguém.

Fechando o primeiro bloco da sua entrevista sobre o Carnaval de Buíque o prefeito continuou no segundo bloco fazendo uma explanação sobre as obras que estão por vir e sobre as que já estão prontas. Afirmou ainda que seu prazo para entrega de tudo que foi prometido em campanha termina em 30 de julho, inclusive a partir desta data, as obras serão inauguradas pelos secretários e pessoas que não sejam candidatos ao pleito eleitoral.

-Ricardo Resende: Como anda o bloco do prefeito Jonas nas suas articulações para sua possível reeleição?

Jonas Camelo: Até 30 de junho tenho que cuidar do dever de casa, tenho um compromisso com a população de Buíque, e a minha única preocupação é cumprir o que prometi em minha campanha e realizar obras, sendo assim, o bloco do candidato Jonas Camêlo só saia para rua após as convenções.

-Ricardo Resende: Como andam as suas articulações políticas?

Jonas Camêlo: Como todo segredo, as minhas articulações políticas não dirão principalmente nos microfones de uma rádio, isso são coisas que manterei em segredo, a final de contas o segredo é a alma do negócio.

-Ricardo Resende: Sobre o seu rompimento com Claudiano Martins, o que o senhor tem a falar?

Jonas Camêlo: Pessoalmente sou muito amigo do ex-deputado Claudiano Martins e do seu filho Claudiano Filho, votei todas às vezes, inclusive quando ele apoiou meu pai José Camêlo, aos quais tenho muito respeito e mando um abraço para os dois, e sobre o nosso rompimento político é fato consumado inclusive fui convidado para ir a fazenda de Claudiano e falei pessoalmente a ele que não terá mais o meu apoio porque alguns compromissos de ambas as partes não foram cumpridos, e até estranho o motivo dele estar sendo apoiado por outro grupo da cidade.   


Encerrando a entrevista em um rápido ping-pong, quando citados os nomes dos pré- candidatos e qual nota Jonas daria, de 1 a 10 a cada um, ele foi categórico:

Presidenta Dilma 10
Eduardo Campos 10
Armando Monteiro 10
Mirian Briano 10
Blesman Junior 10
Ezildo Barros 10
Luiz Quincó 10
Arquimedes Valença 10
Jardel Freire 10

Com informações: Giro Social
(com modificações)
Foto: Francisco Carlos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO