sábado, 19 de outubro de 2013

Caso do promotor assassinado em Itaíba ganha nova versão


Da Folha de Pernambuco
Surge uma nova versão a respeito do assassinato do promotor Thiago Faria Soares, ocorrido na última segunda-feira. Uma fonte ligada à família da noiva procurou a reportagem da Folha de Pernambuco e contou que o crime pode ter tido motivação passional. Temendo perigo de vida, a fonte pediu para não ser identificada, mas contou detalhes de como o motivo pode ter desencadeado a execução do jurista. De acordo com a fonte, um ex-noivo da advogada Mysheva Ferrão Martins, dono de uma funerária, teria tido vários desentendimentos com o promotor e motivos para matá-lo. Em uma das ocasiões, Thiago teria o chamado de moleque.
O empresário teria mantido por dois anos um envolvimento amoroso com Mysheva. O relacionamento, no entanto, teria terminado depois que a advogada conheceu o promotor, em janeiro deste ano. Segundo as informações repassadas com exclusividade à Folha de Pernambuco, este homem teria fornecido à advogada um empréstimo de R$ 100 mil para o arremate da Fazenda Nova, propriedade apontada como a causa da execução de Thiago Faria. O dinheiro teria sido devolvido a ele depois que o valor de uma casa hipotecada pela advogada foi liberado.
A fonte também informou que o promotor e a advogada já haviam casado no civil, indicando que, a partir da morte dele, Mysheva seria beneficiária de um seguro de vida e de uma pensão mensal. A advogada, até então, não é considerada suspeita pela polícia. Ela e o tio estavam com Thiago quando o veículo dele foi atacado por pistoleiros. O promotor foi atingido por quatro disparos e morreu na hora. Mysheva e o tio conseguiram escapar ilesos.
Se confirmadas durante as investigações, as novas informações podem gerar uma reviravolta no caso que chocou o Estado. Até agora, a Secretaria de Defesa Social (SDS) trabalha com a hipótese de que uma briga por terras tenha motivado o assassinato. ITAÍBA Um novo promotor de Justiça foi designado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para atuar no lugar de Thiago Faria. Marcelo Grenhalgh de Cerqueira Lima e Moraes Penalva Santos atuava em São José da Coroa Grande e foi nomeado por meio de uma portaria publicada ontem no Diário Oficial. No inquérito referente ao assassinato de Thiago ele contará com o apoio de outros sete promotores.

Contato com o Blog: redacaojuniorduarte@gmail.com
Telefone:(87) 9604-8999
Postado por: Blog Buíque & Cia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO