terça-feira, 17 de junho de 2014

Prefeito de Buíque leva comitiva para a Convenção da Frente Popular de Pernambuco


Demonstrando seu apoio à chapa de Paulo Câmara e Eduardo Campos o prefeito do município do Buíque, Jonas Camêlo Neto (PSD), reuniu uma comitiva composta por alguns secretários, assessores e coordenadores, além de sua base aliada na Câmara Municipal de Vereadores para juntos com o deputado federal, André de Paula (PSD), prestigiarem a convenção da Frente Popular de Pernambuco no Clube Português.


Nesta ocasião estiveram os vereadores Edil França, Melque do Catimba e Rômulo Camêlo, além dos secretários Fábio França e Paulo Freitas, o assessor jurídico Carlos Henrique e o coordenador geral do gabinete do prefeito Ronaldo Andrade. 
  
A convenção estadual da Frente Popular de Pernambuco foi marcada por duas multidões dividindo o espaço do Clube Português, neste domingo (15). A primeira era formada pelas 25 mil pessoas que foram ao evento, vindas de todas as regiões do Estado para participar da oficialização da chapa estadual. Já a segunda multidão estava sobre o palanque montado para o ato, e era composta por 400 representantes de todas as forças políticas que formam a aliança que sustenta a Frente Popular. As duas estrelas da festa, os candidatos a governador, Paulo Câmara, e a presidente, Eduardo Campos (ambos do PSB), ressaltaram que o tamanho da festa era a demonstração da unidade que foi articulada em torno das candidaturas da frente em Pernambuco, a maior já conquistada em uma eleição estadual.
"Este time unido é o time que ajudou Eduardo a mudar a face de Pernambuco, ouvindo, planejando e fazendo as coisas acontecerem. Sabe fazer gol e juntos vamos fazer muitos mais. A Frente Popular honra nesta tarde a sua tradição de gerar unidade para fazer o bem do povo. Hoje, é a Frente do Povo de Pernambuco. Estou muito entusiasmado, porque sou servidor público há 22 anos, por vocação, e ser governador é continuar servindo ao povo", cravou Paulo Câmara.
Eduardo Campos afirmou em seu discurso que esta foi a maior e mais enérgica convenção de que ele já participou. O socialista aproveitou o tamanho da festa organizada pela Frente Popular para mandar um recado aos adversários. "Se alguém duvidava do que seria esta eleição, essa dúvida acabou. Este time aqui vai fazer a maior vitória de um governador na história da política brasileira. E se alguns questionavam se eu não viria a Pernambuco nesta eleição, eu digo a vocês que estão com Paulo. Quando vocês me pedirem para vir aqui, seja por um dia ou uma semana, feriado ou não, eu deixo Marina (Silva, candidata a vice-presidente) onde estivermos fazendo nossa campanha e venho para cá. Estarei presente em Pernambuco durante o tempo que precisar", garantiu.
Câmara lembrou uma frase do ex-governador Miguel Arraes, segundo quem "o possível a gente faz, o impossível o povo ensina a gente a fazer". "É possível levar o desenvolvimento por igual para todo o Estado, garantir vagas em escolas técnicas e de tempo integral a todo aluno que queira se matricular, fazer um estado mais seguro; melhorar a saúde, trazer mais água, mais saneamento e mais estradas. Acima de tudo, é possível fazer desenvolvimento com mais sustentabilidade", acrescentou.
O socialista mostrou otimismo com o crescimento de sua candidatura até o dia da eleição, lembrando as eleições de Eduardo Campos, em 2006, e do prefeito Geraldo Julio (PSB), em 2010. "Eles começaram com pouco conhecimento por parte do eleitorado. Muitos questionaram se conseguiriam se eleger. Quando conseguiram, duvidaram que eles pudessem transformar Pernambuco e o Recife. Eduardo transformou o Estado e Geraldo está mudando o Recife. Por isso, eu digo a vocês: ‘eu vou ser governador de Pernambuco’. E essa união que estamos mostrando hoje não vai ficar só na campanha. Vocês vão governar comigo", prometeu o candidato.
O palanque lotado uniu presidentes de partidos, vereadores, prefeitos, ex-prefeitos, ex-governadores, deputados estaduais, federais, candidatos à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal e lideranças engajadas na Frente Popular, que se revezaram nos discursos por toda à tarde. Raul Henry, candidato a vice, também ressaltou a dimensão da convenção. "É a maior convenção da história de Pernambuco e há muitas razões para isso. A principal delas é que esta frente está sintonizada com o sentimento que é partilhado pela esmagadora maioria do povo de Pernambuco, que quer a continuidade do projeto iniciado por Eduardo Campos em Pernambuco, e que quer avançar ainda mais nas melhorias realizadas em Pernambuco", avaliou o peemedebista.

Fernando Bezerra Coelho, candidato ao Senado, afirmou que esse era um dia de celebração. "Celebramos o Pernambuco que se renova e que espera por novas conquistas, o fato de este ser o estado que mais cresce no Brasil, a certeza de que vamos continuar trabalhando para que este novo momento seja aproveitado para trazer ainda mais conquistas para a população. Vivemos um momento histórico, selamos aqui e agora o compromisso de seguirmos juntos, em um só coração, construindo uma nova vitória", afirmou o socialista.

Jovens envolvidos no caso de pichação, conserta seus erros e se desculpam com a família Camelo em plena madrugada.

 Diante das circunstâncias dos últimos acontecimentos na cidade de Buíque, no agreste do estado, envolvendo três jovens num dos mais comentados fatos que aconteceu na madrugada desta segunda-feira (17), quando involuntariamente sem nem uma intenção de denegrir ou usar de má fé, quando pincharam com batom  o busto do saudoso Nanô Camelo na praça da rodoviária, ainda que diante do mal-estar causado, principalmente quando a foto e matéria foi ao ar no Girosocialb, com repercussão de imediato em toda cidade.
Sando assim, num ato de humildade que os principais envolvidos que são estudantes, cientes da gravidade do ato impensável  além de  reparar o dano causado, limpando toda superfície da estátua e sua base de apoio, vem diante do público, dos leitores do Giro, e de toda família Camelo pedir desculpas, inclusive já tendo se dirigido a casa do vereador Rômulo Camelo, e em seguida aguardando o amanhecer do dia para juntos  continuar seus pedidos de desculpas incluindo o prefeito do município, Jonas Camelo, e extensivo aos demais familiares .

Jovens vândalos pincham patrimônios públicos desafiando as Leis e a própria polícia em Buique

Até aonde a mente do ser humano é capaz de se chegar ainda não se sabe, mas e necessário entender que vivemos num país democraticamente livre onde a constituição dar o direito a ir e vir, além do livre arbítrio de se expressar através de reivindicações de forma justa sem que para isso possamos passar dos limites,  por  que a mesma constituição que nos protege é a mesma que nos condena.

Em Buíque, no agreste do estado alguns jovens encontraram uma forma infeliz de protestar e sem tomarem conhecimento da gravidade do ato que resolveram cometer resolveram desconhecer as leis para que na calada da noite pinchar de forma denigrativa o busto de um dos mais tradicionais cidadãos que conseguiu gravar seu nome e de sua família na história política e social do município, Nanô Camelo” in memoriam”.
    
Desrespeitando a memória do ilustre cidadão que fez por merecer ter seu busto exposto na praça da rodoviária, a mesma que lava seu nome, e desafiando a polícia, mal entendem esses jovens que com um ato como este, estão infringindo o Art. 65º da lei 9.605/98 que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente: Art. 65. Pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano: (Redação dada pela Lei nº 12.408, de 2011) Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa. (Redação dada pela Lei nº 12.408, de 2011) § 1o Se o ato for realizado em monumento ou coisa tombada em virtude do seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena é de 6 (seis) meses a 1 (um) ano de detenção e multa. (Renumerado do parágrafo único pela Lei nº 12.408, de 2011).

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO