quinta-feira, 19 de junho de 2014

Asfalto da estrada do catimbau só depende da Construtora que venceu a licitação, Confirma Vereador Melque

Quando em sua última visita a cidade de Buíque, ainda como governador, Eduardo Campos inaugurou o sistema de adutora do vale do catimbau e diga –se de passagem renovou ainda mais as esperanças de centenas de moradores da vila com a assinatura da ordem de serviço para início dos trabalhos do asfalto nas primeiras semanas   seguintes.
Passados já praticamente mais de 90 dias apenas as medições aconteceram e o que   já era pra estar totalmente asfaltado continua ainda como era antes a décadas e mais décadas, ou seja sem nem uma previsão de início.

Como  ultimamente nada mais nos assusta devido a tantas promessas, a redação do Girosocialb  saiu em busca de respostas e numa conversa informal com o vereador Melque, que aliás é o principal interessado, já que é representante da comunidade na vila do catimbau, para qual foi eleito, as informações obtidas não foram muito satisfatórias, mas pelo menos não apaga definitivamente as esperanças de quem um dia sonha transitar sobre asfalto entre Buíque e a tradicional vila do Catimbau, conhecida internacionalmente por estar entre as sete maravilhas do estado.

‘Formiga gigante’ sai de Buíque, Caetés e Panelas e é vendida durante shows do São João de Caruaru, PE

Tanajura pré-cozida (Foto: Paula Cavalcante/ G1)
Porção de tanajura é vendida a R$ 10 durante os shows no pátio de eventos (Foto: Paula Cavalcante/ G1)

Barracas, quiosques e restaurantes movimentam a economia durante o período junino no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A barraca da caruaruense Jucielma Florêncio, 51 anos, vende há 13 um petisco em específico que atrai várias pessoas ao local: a tanajura. O produto é um tipo de "formiga gigante" que aparece em grande quantidade quando chove forte na região.
Jucielma Florêncio (Foto: Paula Cavalcante/ G1)
Jucielma Florêncio vende tanajura há 13 anos no 
São João de Caruaru (Foto: Paula Cavalcante/ G1)
A batalha para conseguir as formigas e vender nas festa de junho começa nos meses de fevereiro e março, de comerciantes que compram a tanajura em outros municípios da região. "As tanajuras vêm de locais onde chove muito naquela época, como Caétes, Buíque, Panelas... onde vai caindo a turma pega e já liga para me avisar", enfatiza.
A quantidade não é suficiente e por isso ela também compra nas feiras. "Um quilo na feira custa R$ 150", comenta. Dona Jucy também explica quais são os próximos passos. "Eu pré-cozinho com água e sal e em seguida guardo no congelador. Na hora de vender, frito com manteiga e sirvo com farofa", pontua. As porções para os clientes são vendidas por R$ 10 cada.
Jucielma diz que o petisco atrai turistas para a barraca. "Gente que vem de São Paulo, do Rio de Janeiro. Muitos nem conhecem a tanajura. Teve até um turista dos Estados Unidos que filmou para levar e mostrar às pessoas", lembra.
Até quem também é comerciante e não vende a tanajura busca o produto na barraca de Dona Jucy para agradar aos clientes. "Somos apenas vizinhas de barraca mesmo. Vou lá pegar para agradar aos clientes. Tem que ir buscar, se o freguês quer. Senão o cliente vai embora", diz a comerciante Cláudia Raquel.
Efigênia Agla (Foto: Paula Cavalcante/ G1)
'Nem tem como explicar o sabor da tanajura', diz
costureira Efigênia (Foto: Paula Cavalcante/ G1)
A tanajura que a comerciante Cláudia foi buscar era para a costureira Efigênia Agla da Silva, que gosta de apreciar o inseto. "Gosto de tudo. Ela é deliciosa, nem tem como explicar o sabor da tanajura", comenta. Já o autônomo Maurílio Silva Ferreira indica o petisco para quem nunca comeu. “Muita gente tem nojo. Eu gosto e indico para quem nunca comeu. É tudo de bom".
O biólogo Alexandre Henrique explica que a tanajura é “equivalente” à “abelha rainha”. “Ela é a fêmea que faz o vôo nupcial. O formigueiro nasce de uma tanajura. O abdômen dela é carregado de ovos e é riquíssimo em proteína. Não há problemas em ingeri-la. Foi até umarecomendação da ONU [Organização das Nações Unidas] comer insetos, visto que são a maioria dos animais. Porém, o preparo deve ser feito com higiene. Sendo bem assada, não há problemas", afirma.

Arcoverde recebe Frente Popular para Agenda 40


Arcoverde recebe Frente Popular para Agenda 40A Frente Popular de Pernambuco promoveu, nesta quarta-feira (18), uma das maiores e mais vibrantes Agenda 40, a primeira depois de a convenção oficializar a candidatura de Paulo Câmara (PSB) ao Governo do Estado. As edições do evento vêm reunindo cada vez mais pessoas para apresentação de ideias e coletar sugestões para o Programa de Governo da chapa majoritária, completada pelo candidato a vice, Raul Henry (PMDB), e ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB). Desta vez, o encontro aconteceu no município de Arcoverde, promovido pela prefeita Madalena Britto, que, apesar de pertencer ao PTB, apoia o socialista.

A Agenda 40 aconteceu na quadra do Colégio Cardeal Arcoverde e reuniu grandes lideranças, prefeitos, ex-prefeitos, deputados estaduais e federais, vereadores e simpatizantes. Dentre os presentes, estavam os deputados federais Gonzaga Patriota e Danilo Cabral, os deputados estaduais Ângelo Ferreira, Claudiano Filho, o pré-candidato a deputado estadual Anchieta Patriota, além de vários outros convidados.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO