quarta-feira, 30 de julho de 2014

Depois de quase dez meses, família do promotor Thiago Faria quebra o silêncio


Quase dez meses após o assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, de 36 anos, as investigações do crime seguem sem uma definição. A mãe e os irmãos dele prestaram depoimento, no último sábado (26), na 12ª Delegacia do Rio de Janeiro, em Copacabana. Os depoimentos foram solicitados pela Polícia Civil de Pernambuco em janeiro deste ano. Após responder cerca de 30 perguntas em aproximadamente duas horas, o irmão do promotor, o Dj Daniel Faria, quebrou o silêncio sobre o assunto. Ele conversou com exclusividade com a Folha sobre a angústia dos parentes de Thiago na espera por notícias e por uma resolução para o ocorrido. Daniel disse que os familiares não sabem muito sobre as linhas de investigação que vêm sendo conduzidas, mas esperam que a Polícia Federal assuma o caso.

Você prestou depoimento na Delegacia de Copacabana sobre o caso. Foi uma questão de praxe ou tem algum fato novo para as investigações? 

Acho que foi realmente uma coisa de praxe porque foi uma solicitação que veio do Recife e, por conta de alguns contratempos, terminou sendo feito somente agora. Perguntaram sobre a vida dele aqui no Rio e outras coisas básicas. A família inteira foi intimada aqui para contar um pouco sobre a vida dele. 

Candidato em Toritama apoia Câmara

Mais um expressivo nome da política do Agreste pernambucano se incorpora à caminhada que levará Paulo Câmara (PSB) ao Palácio do Campo das Princesas. O vereador do município de Toritama e candidato a deputado estadual Morica (PSL) formalizou, nesta terça-feira (29), o seu apoio ao candidato da Frente Popular ao Governo do Estado.

“Sou mais um jogador no time que vai levar Paulo Câmara a vencer as eleições. Vou trabalhar muito por ele lá em Toritama. A vitória vai ser nossa”, exaltou Morica, que possui um diferenciado reconhecimento na região.
O vereador engrossa as fileiras da maior frente partidária já constituída em Pernambuco para a eleição de um governador. A Frente Popular possui 21 legendas em sua base, além de diversas lideranças filiadas a legendas que estão formalmente em palanques adversários.

TRE mantém multa para Armando por propaganda irregular


O juiz federal e desembargador, Marcelo Navarro, decidiu, hoje, manter a multa contra a propaganda do candidato a governador de Pernambuco Armando Monteiro (PTB) no site do Senado.
A sentença saiu nesta tarde e considerou um parecer do Ministério Público Eleitoral. O senador licenciado havia colocado em sua página um link para seu site de campanha.
A principal coligação adversária de Armando, a Frente Popular, liderada pelo PSB, denunciou o fato ao TRE no início do período oficial de campanha, no começo de julho.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO