sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Radialista é morto durante programa ao vivo no litoral do Ceará

Um radialista foi morto enquanto apresentava seu programa ao vivo, no município de Camocim, distante 271,46 quilômetros  de Fortaleza. Segundo a Polícia, dois homens chegaram de moto na emissora, renderam a recepcionista e efetuaram dois disparos contra a cabeça do locutor.
De acordo com informações da 3ª Companhia do 3º Batalhão da Polícia Militar, Gleydson Carvalho estava recebendo ameaças de morte pelo Facebook. O radialista era proprietário da Rádio Liberdade 90,3. Ele apresentava o programa diariamente no horário de 12h às 14h. com assuntos variados.
A Polícia trabalha com a suspeita do crime ter motivações políticas. No perfil do locutor, ouvintes e moradores da região lametaram a morte do comunicador. Ele era conhecido no município por "O Amigão".
Equipes de Força Tática de Apoio (FTA) e do Comando Tático Rural (Cotar) estão na região em busca dos suspeitos.
Radialista morto em Brejo Santo
Em março de 2014, o radialista Patrício Oliveira, 39, foi morto a tiros em Brejo Santo, a 501 Km de Fortaleza. O comunicador tinha acabado de sair da rádio Sul Cearense AM, onde trabalhava como repórter policial, quando foi surpreendido por um homem em uma motocicleta a poucos metros da Igreja Matriz de Brejo Santo. Uma mulher que estava na garupa da moto pilotada pela vítima também se feriu e está internada no Hospital Geral de Brejo Santo.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO