quinta-feira, 30 de julho de 2015

ALERTA EM SERRA TALHADA - CIDADE REGISTRA 300 CASOS DE HIV EM APENAS 1 ANO

teste-3
Em Serra Talhada, os índices de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e Hepatites Virais têm preocupado os órgãos de saúde da cidade. Em apenas um ano foram detectados 300 casos de HIV no município, segundo dados coletados junto ao Centro de Testagem e Aconselhamento – Serviço de Assistência Especializada (CTA/SAE). Entre 2014 e 2015 aumentou pelo menos em 500% o número de atendimentos a pessoas soropositivas, saindo 20 para 120 pacientes atendidos neste período. Outras doenças também oferecem risco a população como a Sífilis e as Hepatites B e C, que juntas contabilizam pelo menos 86 casos no ano passado e no primeiro semestre de 2015.

a coordenadora do CTA/SAE, Rafaela Terto, que revelou que os casos sempre existiram, o que houve foi um aumento do interesse da população para realizar os testes. Visando alertar a população, o serviço de testagem realizará em agosto uma campanha municipal para detectar as Hepatites B e C, conscientizando os serratalhadenses para o sexo seguro e realização de exames preventivos. De acordo com os dados do CTA, são 300 casos de HIV, sendo 120 tratados no próprio município. A Sífilis foi detectado em mais de 50 pessoas ano passado e este ano já estão sendo tratados 30 pessoas com a doença.
A Hepatite B deu positiva em uma pessoa e a Hepatite C em cinco. A tendência é que as doenças atinjam mais as mulheres. “Em Serra Talhada temos muitas pessoas que não foram diagnosticadas, há um ano tínhamos 20 pacientes de HIV, hoje já tratamos cerca de 120, mas em Serra Talhada tem quase 300 casos. Nós atendemos mais mulheres e no ano de 2012 e 2013 também tínhamos apenas 20 pacientes. Muitos fazem tratamento em outras cidades, principalmente em Recife. Para conter isso sempre fazemos campanhas e distribuímos preservativos”, explicou Rafaela Terto.

Prefeito do município de Buíque anuncia investimentos de 1,5 milhão de reais para retomada nas obras da creche do Bairro Frei Damião, Quadra Poliesportiva da Vila do Catimbau

Se de um lado a população do vale do Catimbau sente-se abandonada pelo governo do estado e por alguns lideres políticos locais, do outro lado  ainda existe algumas lideranças municipais que não veem a vila sede de uma das sete maravilhas de Pernambuco apenas de quatro em quatro anos quando estão em vésperas de eleições buscando a todo preço comprar a dignidade do cidadão com promessas jamais cumpridas.

Enquanto  não chega 2018,  onde candidatos a deputados, senadores, governadores  depois de quatro anos começam enxergar as potencialidades prometendo obras que tão cedo não sairão do papel, e se sair fica parada no meio do percurso como estar sendo as obras do asfalto  o  chefe do poder executivo municipal, Jonas Camelo  mesmo com a crise que se estar sendo vivenciada  em todo país buscou alternativas plausíveis  diante da paralisação  nas obras da Quadra Poliesportiva da Vila do  Catimbau ,e da Creche Municipal no bairro Frei Damião  para anunciar na manhã desta quinta feira a retomada dos seus  serviços.


Com um investimento que poderá chegar a casa de um milhão e meio de reais dividido entre as duas obras,  nesta  sexta feira, (30)  operários já  retornam a seus postos de trabalho para dar o início da continuação da obra na Creche  prevista ara ser entregue a população   entre  seis e oito meses  a partir de amanha, enquanto a quadra poliesportiva que estar sendo construída por traz da Escola Municipal Antônio de Barros Sampaio ficou acordado entre o poder executivo municipal através de sua secretaria de obras a entrega  pronta executada pela empresa Ambrela Engenheira e Construção Civil  no inicio do mês  de outubro com previsão de inauguração  no dia 12, dia das crianças. 

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO