sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Carpina: prefeito eleito denuncia atual gestão ao MPPE


Manoel Botafogo é prefeito eleito de CarpinaApós ser eleito a mais um mandato de prefeito de Carpina, o deputado estadual Manoel Botafogo (PDT) denunciou, na quinta-feira (3), a atual gestão, do prefeito Carlinhos do Moinho (PSB), ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por suposto sucateamento da Prefeitura, após perder a reeleição. Ele pediu que o órgão intervenha no município para evitar um problema maior quando ele assumir.

Botafogo destacou a situação do hospital da cidade, do lixo que não estaria sendo regularmente recolhido e atraso de, ao menos, duas folhas de pagamento. Segundo o ex-prefeito, a folha gira em torno de R$ 6 milhões.

Segundo o promotor do MPPE, Maviael Souza, a denúncia foi encaminhada ao promotor de Carpina, Fernando Falcão, e ao Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), para que todos os órgãos competentes apurassem. “Essas práticas administrativas (sucateamento da máquina), que ocorrem com a não reeleição, se torna mais agressivas”, afirmou. Não há data definida para a visita.

A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Carpina, sem sucesso.

Garotinho é transferido para presídio em Bangu, Zona Oeste do Rio

O ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, foi transferido no fim da noite desta quinta-feira (17) para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Imagens veiculadas pelo "Jornal das Dez", da GloboNews, mostram o momento em que Garotinho é levado de maca para uma ambulância e se debate, parecendo estar bastante alterado.
A filha do político, a deputada federal Clarissa Garotinho, chora e grita que o pai "não é bandido" e tenta entrar à força na ambulância, sendo contida pelos policiais da escolta, enquanto Garotinho tenta se levantar, gesticulando e gritando contra os agentes e profissionais médicos que o conduzem. São necessários quatro homens para conter o ex-governador.
Preso pela Polícia Federal na quarta-feira (16) sob a acusação de usar programas sociais para comprar votos, Garotinho estava internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro da cidade, por ter se sentido mal após ser preso.
Nesta quinta-feira, o juiz responsável pela prisão do político, Glaucemir de Oliveira, de Campos, Norte Fluminense, determinou sua transferência para Gericinó.
Exame marcado para segunda-feira
Garotinho foi levado para Gericinó apenas algumas horas depois de a Secretaria Municipal de Saúde do Rio informar que ele permaneceria internado no Souza Aguiar até segunda-feira (21), para fazer exame de cateterismo que investigaria se há obstrução em alguma artéria coronariana.

Após ser preso, o ex-governador se queixou de dores no peito e alteração na pressão arterial e em batimentos cardíacos. Ao ser submetido a um ecocardiograma de esforço, realizado na manhã desta quinta, ele se queixou de dor intensa, que sugere um quadro de angina, levando os médicos a recomendar o cateterismo, agendado para o Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (IECAC).
Garotinho chegou a pedir transferência para o Hospital da Unimed, na Barra da Tijuca, onde recebe tratamento cardíaco, mas não conseguiu. Segundo a SMS, a prefeitura deu autorização para a transferência, mas a Polícia Federal negou o pedido.
Anthony Garotinho é transferido de hospital para presídio em Bangu no Rio (Foto: Alexandre Cassiano/Agência O Globo)Anthony Garotinho é levado de hospital para presídio em Bangu (Foto: Alexandre Cassiano/Agência O Globo)
Anthony Garotinho é transferido de hospital para presídio em Bangu no Rio (Foto: Alexandre Cassiano/Agência O Globo)Anthony Garotinho é levado de hospital para presídio em Bangu (Foto: Alexandre Cassiano/Agência O Globo)

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO