segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Filha da irmã Luciana que estava desaparecida já foi encontrada e presta depoimento na delegacia de Caruaru


A arcoverdense Flávia Raquel Elizeu Marques, de 13 anos, desaparecida desde a última sexta-feira (31) ligou para a mãe, Luciana Marques, no início da noite desta segunda-feira (03) informando que tinha sido deixada numa estrada de Barreiros. O pai da menina foi ao local para buscá-la.
De acordo com informações, a jovem foi reconhecida por um rapaz que trabalha num transporte de lotação. "Ele viu a foto de Flávia divulgada na imprensa. Após reconhecer minha filha, o rapaz  a levou para sua casa.
Seus familiares telefonaram para a delegacia, que entrou com contato com a gente. Meu marido seguiu direto para Barreiros, junto com a equipe do Conselho Tutelar", contou a mãe da adolescente. 
Flávia  já está na Delegacia de Caruaru acompanhada do pai prestando depoimento sobre os dias em que ficou sumida.
Segundo os familiares, a menina está bem, mas foi mantida em cárcere privado durante os últimos três dias, trancada em um quarto.
A estudante  foi vista pela última vez na cidade de Caruaru, onde mora. Saiu de casa, no bairro Centenário, na manhã da sexta para ir ao colégio Exato, onde estuda. Depois que a filha não voltou  para casa ao final do horário de aulas, a mãe Luciana Marques viu na sua página no facebook que a adolescente teria combinado fazer uma viagem com uma colega.
Por telefone, a colega disse que Flávia teria chegado até a Rodoviária de Caruaru, mas que teria desistido do passeio depois de ter recebido um telefonema “importante” pelo celular. Flávia só teria atendido a um telefonema da mãe por volta do meio dia do sábado, quando teria pedido  para que a mãe não voltasse a procurá-la porque ela estaria sofrendo ameaças e agressões por conta das ligações.
O delegado informou  que não considerava o caso um desaparecimento e por isso não iria instaurar inquérito.

Governador lança edital de licitação da primeira etapa da Adutora do Agreste que beneficiará Buíque


Projeto vai beneficiar cerca de 2 milhões de pessoas quando for concluído

Publicado em 03/09/2012, às 15h20


Em evento realizado nesta segunda-feira (3) na Sede Provisória do Governo, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, o governador Eduardo Campos lançou o edital de licitação para o início das obras da primeira etapa da Adutora do Agreste, que será dividida em quatro lotes e beneficiará 17 municípios: Pesqueira, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Caetano e Caruaru no primeiro lote; Arcoverde, Alagoinha, Venturosa, Pedra e Buíque, no segundo; Tupanatinga, Itaíba, Águas Belas e Iati no terceiro e Toritama e Santa Cruz do Capibaribe no quarto e último lote. “As cidades que serão beneficiadas vivem uma situação muito difícil, a falta de água segurou o crescimento de muitas delas ou fez muitas retrocederem", afirmou Eduardo Campos ressaltando a importância do projeto.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, também participou da solenidade celebrando a liberação de R$1,2 bilhão por parte da pasta que representa. Empresas de todo o Brasil podem participar do processo licitatório que terá o resultado divulgado até o mês de dezembro deste ano. Até janeiro de 2013 as obras devem ser iniciadas. “Essa parceria significa o maior convênio já celebrado na história do Ministério da Integração”, disse o ministro.

Quando for concluída, a Adutora do Agreste levará água para 68 municípios e 80 distritos. Do Sertão, o único município beneficiado será Arcoverde. Serão 1.300 km de adutoras levando 4 mil litros de água por segundo para mais de 2 milhões de pessoas.

Desaparecimento da filha da irmã Luciana repercute na imprensa e a Polícia entra no caso


255166776855c1a5481a9a9dfd80d95a.jpg
O desaparecimento da adolescente Flâvia Marques de 13 anos, filha da irmã Luciana que foi membro do Verbo da Vida de Arcoverde, tem grande repercussão nas redes sociais e imprensa do Estado.

A Polícia Civil de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, está investigando nesta segunda-feira (3) o  caso. Desde a tarde da última sexta-feira (31) que a família da garota não recebeu notícias dela.

Segundo a polícia, Flávia Raquel Elizeu Marques teria saído para ir para o colégio na manhã da sexta e não foi mais vista. A mãe da adolescente teria observado que na página dela no Facebook, Flávia teria combinado de fazer uma viagem com uma colega ainda na sexta-feira. Ao ser procurado pelos familiares da garota que está desaparecida, a colega de Flávia teria dito que ela desistiu da viagem quando chegou na rodoviária de Caruaru dizendo que tinha recebido um telefonema importante.

A mãe de Flávia então tentou ligar para o celular dela por diversas vezes, somente no sábado por volta das 12h a garota teria atendido e teria pedido a mãe que não ligasse mais porque no local onde estava algumas pessoas estavam agredindo e  ameaçando ela por causa dos telefonemas. 

ESFAQUEAMENTO EM BUIQUE



BUÍQUE - O policiamento foi informado que Bruno Dantas da Silva Lima, 22 anos, residente na Rua Brasília, nº03, Loteamento Brasília, chegou ferido com três perfurações provocadas por faca peixeira, sendo 02 na cabeça e 01 no pescoço, não sabendo informar o autor nem os motivos do fato. A vítima foi socorrida para o hospital local e depois encaminhada para o hospital em Arcoverde. A ocorrência foi entregue à DP de Buíque para as providências cabíveis.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO