segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Como Buique se transformou num canteiro de obras, prefeito aproveita para acompanhar cada uma

Em meio a toda junção preparatória que irá envolver o carnaval 2014 na cidade de Buíque localizada a menos de 250 Km da capital Pernambucana está vivendo tempos de avanços inéditos para uma população que normalmente em tempos pré-carnavalesco respiram unicamente a folia movida pelo frevo que estar por vir.

Mas como uma cidade que está em pleno desenvolvimento não pode viver tão somente de festas, e por já estar transformada num canteiro de obras, o próprio prefeito Jonas Camelo resolveu acompanhar atentamente cada passo de cada obra em fase inicial ou conclusiva no seu município, seja na cidade, povoado ou até mesmo na zona rural.


Recentemente a convite, junto ao prefeito e seu coordenador geral de gabinete Ronaldo Andrade, uma inesperada visita foi feita na construção do novo matadouro publico, que já está bem avançada. De lá outra visita foi feita a Escola Técnica e a algumas ruas em fase final de seus calçamentos na vila São José, Airton Senna e mais algumas outras já projetadas que terão seus calçamentos anunciados em breve.

Centenas de pessoas participam do 1º baile carnavalesco em Buique.

Promovido  por Patrícia Lucena, o Baile carnavalesco Frevo Fest aconteceu no ultimo sábado (15) nas dependências do Clube Municipal em Buíque.
Ao som da banda Vizú, centenas de foliões  começaram a se aquecer para o carnaval 2014 na capital do vale. Atendendo ao convite da produção do evento, varias pessoas capricharam em suas fantasias que no final  entre tantas  apenas três foram contempladas com prêmios e dinheiro .

Por se tratar da primeira edição do baile carnavalesco  um publico bem maior era esperado, o que não aconteceu o que não tirou o brilho da festa que pontualmente foi encerrada ás duas horas da manhã conforme a lei que rege o termo de ajuste de conduta vigente no município.

QUATRO PESSOAS MORRERAM CARBONIZADAS, EM COLISÃO ENTRE AMBULÂNCIA E VEÍCULO AUTO PASSEIO, EM VERTENTES

As vítimas foram identificadas no local, são elas, Juciane Moreira de Souza, de 27 anos que morava na rua Santa Maria, no bairro Cohab em Toritama; Diógenes José da Silva, de 21 anos, que residia na rua João Soares, centro de Toritama; Gustavo José de Moura, de 32 anos, que morava em Frei Miguelinho e Rosimere Domingos Maria da Silva, de 45 anos, que morava em Surubim.De acordo com testemunhas, Juciane Moreira e Diógenes José, que eram amigos de infância, foram a uma festa no clube de Vertentes, onde beberam e voltavam para Toritama de madrugada quando a Juciane, que guiava sua picape Saveiro, placa NXW-6590, invadiu a contramão e colidiu de frente na ambulância de Frei Miguelinho, uma picape Strada, placa KKD-7975, guiada pelo motorista, Gustavo José, que estava acompanhado da técnica em enfermagem, Rosimere Domingos, que voltavam de Caruaru, onde deixaram um paciente no Hospital Regional do Agreste (HRA). Os corpos das quatro vítimas foram encaminhados para o IML do Recife e para identificá-los, terão que fazer exames de DNA, pois as vítimas ficaram irreconhecíveis. 

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO