quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Ministério Público manda Garanhuns realizar concurso público para substituir servidores contratados por efetivos

Prefeitura de Garanhuns
29/10/2014 - O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, foi oficialmente notificado na última segunda (27) pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para fornecer, em até 10 dias úteis, as informações referentes ao quadro de cargos e empregos públicos no município e o número de vagas em aberto. Segundo o promotor de Justiça Domingos Agra, esses dados vão fundamentar a realização de um concurso público com o objetivo de “eliminar totalmente da administração municipal os contratos temporários que não se enquadram na hipótese constitucionalmente permitida”, ou seja, em casos de necessidade excepcional e temporária.

De acordo com um levantamento realizado pela Promotoria de Defesa da Cidadania de Garanhuns, há um total de 1.465 cargos vagos na Prefeitura de Garanhuns, enquanto o total de servidores contratados chega a 1.276. Essa situação levou, conforme explicou Agra, a administração municipal a ultrapassar nos quatro primeiros meses de 2014 o limite prudencial de despesas com pessoal fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A realização do concurso e a substituição dos servidores contratados por concursados devem ser acompanhadas, segundo o promotor, da adoção de medidas de enxugamento da máquina administrativa. Em uma iniciativa anterior, o município de Garanhuns já havia firmado perante o MPPE um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), comprometendo-se a realizar concurso para preenchimento de 127 vagas distribuídas entre 20 cargos efetivos, dentre eles professores, médicos, enfermeiros, psicólogos, procuradores, assistentes sociais, guardas municipais, agentes de disciplina, fiscais tributários, fiscais de obras, fiscais de abastecimento, coveiros, jardineiros, topógrafo, nutricionista, marceneiro e técnico de segurança do trabalho.

Decreto municipal prevê a reorganização do quadro de servidores do município do Buíque

Lei de Responsabilidade Fiscal. Duas cidades excedem gastos com servidoresPara o fim de reorganizar o quadro de servidores do município do Buíque, o prefeito Jonas Camêlo de Almeida Neto, baixou Decreto que  exonera todos os ocupantes de cargos em comissão e de funções de confiança bem como será rescindidos todos os contratos temporários para o atendimento do excepcional interesse público a parti de 01 de novembro. A medida foi tomada em obediência ao disposto na Lei de Responsabilidade Fiscal. O decreto 12/2014 de 21 de outubro de 2014 foi publicado no portal da prefeitura e nos quadros de aviso dos setores públicos.

Clique AQUI e veja o inteiro teor do decreto:

Mulher espancada pelo ex-companheiro na Vila São José em Buíque não resiste e morre no Recife após 8 dias internada

Na última terça feira, 21 um caso de agressão contra uma mulher chocou a cidade e virou destaque nas redes de Tvs, sites e meios de comunicações especializadas  pela forma que foi praticada  diante tanta violência. Passados exatos oitos internada no hospital da restauração,  devido a gravidade causada pelos ferimentos e chutes desferidos pelo agressor seu ex-companheiro, Marluce Maria da Silva faleceu por volta das 16 horas no local aonde estava internada no grande Recife.

De acordo com as informações repassadas por Douglas, que é filho da vitima via telefone  ao portal Girosocialb da cidade de Buíque, Marluce no decorrer de sua internação vinha apresentando um quadro de saúde variável, com algumas melhoras, diante do diagnóstico dos médicos que estavam lhe acompanhando devido as condições da formas das agressões  sofridas  o estado de saúde se agravou na tarde  desta terça feira (28) vindo ela sofrer três paradas cardíacas não resistindo a última  aonde entrou em óbito.

O corpo da vítima está sendo velado na residência de sua filha, na rua Severino de Souza Padilha, bairro São José e será sepultado nesta quinta-feira, 30 de outubro no cemitério local.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO