terça-feira, 21 de abril de 2015

BUIQUE: HOMEM É DETIDO POR AGREDIR COMPANHEIRA

Em atendimento à solicitação feita por telefone, os policiais militares da Operação Polígono foram até à Rua da Cruz - Centro, onde, de acordo com o relato da vítima, verificaram que o acusado, Cornélio Pereira da Silva Filho, 37 anos, sapateiro havia tentado agredir a sua companheira, Josely Domingos de Farias, 41 anos. Os PMs deteram o acusado, qual em virtude da Operação Padrão da PCPE foi apresentado no plantão policial de Arcoverde, momento em que a mulher - vítima - desistiu de formalizar queixa contra o companheiro. Dessa forma, vítima e acusado ficaram aguardando despacho do delegado plantonista.

Fonte 3º BPM

Para a Funase, rebelião em Caruaru não teria relação com superlotação


Há 175 internos, mas a capacidade é para 100, reconhece a instituição.
Manifestação terminou com dois jovens mortos e um ferido.

Do G1 Caruaru
Rebelião na unidade da Funase em Caruaru, Pernambuco (Foto: Magno Wendel/ TV Asa Branca)Rebelião na unidade da Funase em Caruaru, Pernambuco (Foto: Magno Wendel/ TV Asa Branca)
A unidade de ressocialização onde ocorreu a rebelião em Caruaru, Agreste pernambucano, possui 175 jovens internos, quando a capacidade é 100. Ao G1, por telefone, a assessoria de imprensa da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) comentou que a instituição reconhece que este número não é o ideal, porém, acredita que o caso não teria ligação direta com a superloração.
A manifestação ocorreu no início da noite domingo (19), houve queima de colchões na principal entrada, dois internos morreram e um ficou ferido. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros controlaram a situação por volta das 19h30. O corpo do maior de idade já foi identificado e liberado pelo Instituto de Medicina Legal (IML); o do adolescente ficou carbonizado e passará ainda por exame de DNA. O menor sobrevivente foi submetido a uma cirurgia no Hospital Regional do Agreste (HRA), transferido para um quarto e não corre risco de morrer. Estas informações também são da Funase.
Em nota enviada nesta segunda-feira (20), a PM comunicou que "nenhum interno assumiu a autoria dos crimes e nem informou quem os praticou". A Polícia Civil investigará o caso. Uma sindicância da Corregedoria da Funase deve apurar os fatos e as responsabilidades.
"A Funase informa, ainda, que os familiares dos adolescentes mortos terão todo apoio e suporte necessário tanto sobre informações quanto para o funeral", diz nota da assessoria.
Mobilização
A ocorrência mobilizou várias instituições. A Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) e o Grupo de Apoio Tatico Itinerante (Gati) se deslocaram até lá, conforme comunicado da PM. O Corpo de Bombeiros enviou uma viatura de incêndio e uma de resgate. Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas. A gestão da unidade da Funase também esteve no local, a fim de acompanhar o fato.

HOMEM É DETIDO POR TENTAR AGREDIR POLICIAMENTE COM FOICE

Foto Ilustrativa
A GT fez deslocamento ao local, onde segundo denuncia, havia acontecido uma lesão corporal contra a pessoa da vitima, Luiz Barbosa da Silva, 35 anos, casado, agricultor. Segundo informações, tal lesão foi causada por um elemento conhecido por Iran, onde este veio a desferir um golpe de faca peixeira contra ele, atingindó-a na região do tórax. A vitima foi socorrida para o Hospital Regional de Arcoverde, onde foi medicado e em seguida liberado. Segundo informações, o acusado estava escondido na casa de seu genitor, o Sr. Alfredo Constantino Moreira, 59 anos, solteiro, agricultor, e a GT ao chegar na residência deste, o Iran correu adentrando na vegetação, tomando destino ignorado, momento em que o Sr. Alfredo partiu com uma foice na mão para cima do policiamento, sendo contido. Diante do fato, o imputado foi conduzido à DP de Arcoverde para medidas cabíveis.

Suspeito de participar de chacina em Poção é procurado pela Polícia Civil

Welliton Silvestre dos Santos, um dos suspeitos de chacina em Poção, Pernambuco (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Welliton Silvestre estaria no Maranhão e conseguiu
fugir (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Das sete pessoas indiciadas pela chacina que ocorreu em fevereiro deste ano, em Poção, Agreste de Pernambuco, uma continua foragida da polícia. Welliton Silvestre dos Santos, conhecido por "Chaves", de 27 anos, é tido como um dos suspeitos de matar três conselheiros tutelares do município e uma mulher de 62 anos. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, em relação às quatro mortes, e tentativa de homicídio duplamente qualificado contra a única sobrevivente - uma menina de 3 anos.
As conclusões do inquérito foram divulgadas em duas coletivas de impresa, uma na capital e outra na Diretoria Integrada do Interior I, em Caruaru, nesta segunda-feira (20). Ainda segundo a polícia, o suspeito teria se escondido em Pinheiro (MA), após a prática do crime, ocorrido no dia 6 de fevereiro, e fugido quando soube da prisão de Égon Augusto Nunes de Oliveira, de 27 anos, também suspeito de executar o crime. A polícia deu o nome "Tutela" à operação.
As informações sobre Welliton Silvestre dos Santos podem ser repassadas para o Disque-Denúncia, pelo telefone (81) 3719-4545, no interior do estado, ou pelo (81) 3421-9595, na Região Metropolitana e Zona da Mata Norte.
"Nós queremos agora uma resposta estatal rápida", frisa Edeilson Lins Júnior, um dos promotores designados para o caso. O Ministério Público de Pernambuco tem cinco dias para encaminhar a denúncia ao Judiciário.
Bernadete de Lourdes Brito Siqueira Rocha, suspeita de encomendar a chacina em Pernambuco (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Bernadete de Lourdes também estaria envolvida na
morte da nora, mãe da criança sobrevivente
(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Disputa pela guarda
O inquérito aponta que Bernadete de Lourdes Brito Siqueira Rocha, avó paterna da criança é realmente suspeita de ser a mandante do crime. "São dois motivos: primeiro a guarda da criança, que era uma disputa muito firme entre as duas familias. E também desavenças, ameaças mútuas, inclusive agressões verbais e físicas", comenta Erick Lessa, delegado da Gerência de Controle Operacional do Interior I.

A avó paterna teria recebido a ajuda do advogado José Vicente Pereira Cardoso da Silva, de 59 anos, que foi diretor da unidade prosional de Arcoverde, para contratar os executores, também de acordo com o delegado. Até o dia do chacina, para a polícia, os conselheiros nunca haviam sofrido ameaça. "Bernadete quando tomou conhecimento dos conselheiros tutelares ordenou a execução de todos", afirma Lessa. Ela teria pago R$ 45 mil pelo crime.
Dentre as provas recolhidas, foi encontrada na casa da avó paterna uma arma e um organograma com fotos dos parentes maternos da neta, com os respectivos graus de parentesco. A polícia suspeita que ela o usaria para planejar a morte de todos. 
Os outros indiciados são Leandro José da Silva, 25 anos; Orivaldo Godê de Oliveira, 49 anos, pai de Égon Augusto; e Ednaldo Afonso da Silva, 44 anos. Estes e os demais podem pegar até 210 anos de prisão, ainda segundo a corporação. O pai da criança, José Cláudio de Britto Siqueira Filho, de 32 anos, que chegou a ser preso, não foi indiciado. A investigação acredita que ele foi envolvido no crime pela própria mãe, mas não sabia de nada.

Morre o ex-deputado federal Pedro Eugênio (PT-PE)

Morreu na noite de segunda-feira (20) o ex-deputado federal Pedro Eugênio (PT-PE), de 66 anos. Ele estava internado desde o dia 9 de janeiro deste ano no Hospital São José de Beneficência Portuguesa, em São Paulo, onde se recuperava de procedimentos cirúrgicos no coração. O corpo será trazido ao Recife. O velório acontece na manhã de quarta-feira (22), até as 11h, na capela central do Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Depois disso o corpo será cremado, no mesmo cemitério, em uma cerimônia restrita à família.

O pernambucano Pedro Eugênio de Castro Toledo Cabral deixa viúva -- a engenheira química Carminha, com quem era casado desde 1973 --,  duas filhas, as arquitetas Marina e Renata, e um neto, Luís.

Pedro Eugênio foi secretário de estado, deputado estadual e cumpriu três mandatos como deputado federal – pelo PSB no mandato 1998-2002 e já no PT nos mandatos 2007-2010 e 2010-2014). No ano passado disputou pelo PT a reeleição de deputado federal, mas perdeu. Pedro foi também diretor do Banco do Nordeste, em 2003.

Mãe morre por 11 minutos durante o parto e volta à vida sem se lembrar de que esteve grávida

Após parada cardíaca, paciente acordou e não reconheceu o próprio filho
Imagine acordar de um sono profundo e se ver em um hospital, com um bebê desconhecido nos braços. 

Foi esta a sensação que teve Hilary Wilson, de 41 anos, quando abriu os olhos após quatro dias inconsciente, depois de passar 11 minutos tecnicamente morta. 
A inglesa estava dando à luz seu filho Felix, quando teve uma parada cardíaca e apagou em plena mesa de cirurgia. 

Os médicos aplicaram manobras de ressuscitação por longos minutos, além de injeções de adrenalina no coração de Hilary. 
Ela acabou sobrevivendo, mas os quatro dias em coma deixaram uma grave sequela — ela não se lembrava nem de que tinha ficado grávida um dia, que dirá de que era mãe do bebê que segurava ao acordar 











Foto: Reprodução/dailymail.co.uk

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO