ADQUIRA JÁ SEU CHÃO

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Ex-vereador de Ibimirim é condenado por mandar matar advogado em 2009

O ex-vereador Roni Jairo da Silva Rolim - de Ibimirim, Sertão de Pernambuco - foi condenado a 16 anos de prisão por mandar matar o advogado dele, em 2009, motivado por uma insatisfação quanto aos serviços prestados pelo profissional. Ele foi sentenciado por homicídio duplamente qualificado. Segundo a assessoria de comunicação do Ministério Público estadual (MPPE), a sentença foi dada pelo Tribunal do Júri da Comarca de Arcoverde, no Sertão.
A assessoria informou que os jurados “se convenceram de que o réu foi mandante da morte do advogado Luiz Antônio Esteves de Brito [mais conhecido por 'Nenca Brito'], assassinado a tiros no dia 3 de março de 2009”. O promotor de Justiça Hugo Eugênio Ferreira Gouveia destacou que o ex-vereador culpou o advogado por uma multa eleitoral sofrida enquanto era candidato à Prefeitura de Ibimirim.
Para cometer o crime, Roni Jairo contratou duas pessoas para executar a vítima, que morreu em frente ao escritório de advocacia, conforme destacou a assessoria.
Assassino condenado
Em abril de 2014, foi condenado a 20 anos de prisão um dos acusados de matar o advogado criminalista Luiz Antônio Esteves de Brito. Quando foi sentenciado, o réu Wlademir Alves Brito já tinha cumprido cinco anos de prisão pelo crime e estava preso no Presídio de Salgueiro, também no Sertão.

Entenda o caso
À época, a polícia informou que o advogado saia do escritório em Arcoverde quando o assassino se passou por cliente e atirou na vítima. Um outro homem teria intermediado a negociação entre o mandante e o executor do crime. O intermediário teria levado o assassino até o local e facilitado a fuga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO