ADQUIRA JÁ SEU CHÃO

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Polícia identifica falsos agentes de dengue que roubaram residências em São Roque, entre eles, um buiquense

José Gomes dos Santos, conhecido como “Big” (esquerda), é suspeito de assaltar residências ao se passar por agente de combate à dengue. Já José Luis da Silva, o “Pernambuco” (direita), é foragido da Justiça e estaria envolvido no caso dos falsos agentes.
A Polícia Civil de São Roque identificou dois suspeitos de se passarem por falsos agentes de combate à dengue para roubarem residências em São Roque, mas para a surpresa das autoridades, um dos suspeitos também teria participação em outro crime de grande repercussão ocorrido da região. De acordo com as autoridades, o homem conhecido como “Pernambuco” e que é acusado de ser o comparsa de Luan Gabriel de Brito Melo, o Luanzinho, no assalto que culminou no assassinato do instrutor de auto-escola Vagner Pereira Lima no dia 22 de fevereiro, também é apontado como um dos homens que roubaram residências de São Roque ao se passarem como agentes de combate a dengue. Os roubos ocorreram também em fevereiro, quando dois homens armados com revólver renderam os idosos na entrada de suas casas, localizadas no bairro Vinhedo.
Segundo a polícia, as investigações apontam que “Pernambuco”, cujo nome verdadeiro é Jose Luis da Silva, Jose Gomes dos Santos, conhecido como “Big” e um terceiro homem ainda não identificado se diziam funcionários da Prefeitura no combate à Dengue, batiam palmas nas residências e após certificarem que não havia mais nenhum risco de serem descobertos, invadiam as casas e anunciavam o roubo subtraindo dinheiro e celulares.
Em reportagem ao Portal G1, a idosa vítima do ataque, conta que quando seu marido abriu o portão, um deles entrou enquanto os outros dois ficaram escondidos. Ao abrir o portão novamente para o falso agente sair, o homem que estava escondido entrou com um revólver, apontando para a cabeça do idoso, afirmando que não queria aparelhos, mas sim dinheiro. Em outra situação, a vítima foi um aposentado que tem problemas de coração. Segundo informações da vítima, ele e a esposa ficaram presos no banheiro durante a ação dos bandidos. O idoso confessa ter ficado assustado por dias.
Pernambuco é natural de Buique (PE), de 37 anos e também é conhecido por “Tartaruga” ou “Zé”, sendo procurado pela Justiça desde janeiro de 2016, quando fugiu da Penitenciária Belém II, em São Paulo, onde cumpria pena por homicídio e roubo. O homem é apontado pela polícia como suspeito por realizar diversos roubos na região na companhia de “Luanzinho”, que foi preso na semana passada, sendo ambos reconhecidos formalmente em pelo menos dois roubos a residência em São Roque.
Tanto “Big” como “Pernambuco” são da cidade de Itapevi e teriam sido vistos pela última vez na própria cidade, no bairro Jardim São Carlos. As investigações continuam e a Polícia Civil solicita que, caso alguém saiba de mais vítimas dos dois suspeitos ou saiba do paradeiro de algum deles, procure a Delegacia de Polícia o mais breve possível ou entre em contato pelos telefones 181 / 4712-2211 / 4712-5060.

A Prefeitura de São Roque afirma que agentes da zoonoses visitam casas de moradores todos os dias para encontrar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, entretanto, para que outras pessoas não sejam vítimas dos criminosos, é preciso atenção ao abrir a porta. Os agentes da equipe de combate a dengue são uniformizados e carregam identificações, como crachá, e geralmente estão com a viatura da prefeitura do controle de Zoonoses junto com eles.

Com informações: http://jeonline.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO