NOVEMBRO AZUL

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Em Buíque: Mulheres no comando, mulheres no poder , vereadora Corina Galindo, além de presidir reuniões, revindica vários benefícios para o bem estar da população do município

Em Buíque, no agreste do estado,  a cada reunião  do vereadores na Câmara Municipal  a temperatura começa subir, e os termômetros  começam indicar quais são os vereadores  que de fato estão fazendo jus aos votos recebidos nos ultimo pleito eleitoral , pelos seus eleitores que resolveram optar pelas mudanças globalizadas num contexto em geral.

Eleitos para representarem  a população do Município, compete a cada vereador(a) legislar sobre assuntos de interesse da população , fiscalizando e controlando os atos do executivo Municipal, como também apresentar requerimentos, indicações, recursos e pareceres ,mais  para que isto possa acontecer, é necessário que o vereador(a) entenda quais são seus direitos e deveres .

Como o vereador (a) é o cidadão eleito para cuidar da liberdade , da segurança da paz, e do bem estar dos seus munícipes, a  frente da mesa diretora da Casa Jorge Domingos Ramos, a vereadora e presidente Corina Galindo , apesar de está em seu primeiro mandato legislativo, a cada reunião vem demonstrando cada vez mais  seus conhecimentos  que chega  a ser elogiada ate mesmo pelo mais veteranos da casa.

Ciente de seu compromisso com a população do município, além de cumprir seu papel de presidente da Câmara Municipal  de Buíque conduzindo  mais uma reunião ordinária , nesta manhã desta terça-feira ,  Corina Galindo  apresentou em plenário  importantes requerimentos que foram aprovados e em seguida enviados ao chefe do executivo  fazendo veemente apelo, e solicitando perfurações de poços artesianos  e instalações de desinalizadores  nas comunidades dos Pereiros e Amaro.

Preocupada com  o bem estar daqueles que necessitam de consultas, acompanhamentos de pré natal, vacinações e outros serviços  que dependem do sistema de saúde publica, a vereadora  indicou ao prefeito do município, o retorno das obras de uma casa de apoio ainda na comunidade dos Pereiros , que  teve sua construção iniciada com recursos próprios da vereadora   e deverá ser equipada  com equipamentos hospitalares para amenizar o sofrimento das centenas de mulheres gestantes  que para serem atendidas ainda  tem que se deslocarem ate   a Unidade Básica de Saúde no Povoado Tanque .

Ainda em suas reivindicações, Corina fez questão de colocar em discurso  a imigração de  dezenas de alunos dos sítios Queimadinhas e Queimada da Onça  que estão deixando de estudar nas escolas do município, e  que, por falta de Transporte Escolar estão migrando para a vizinha Tupanatinga, o que para Corina é inaceitável por que perde os alunos e o próprio município, nesse caso o de Buíque.

Continuando as  suas solicitações, Corina  solicitou ao chefe do poder executivo Municipal , serias providências para o reinício das obras de calçamento do Povoado Amaro, que mesmo tendo sido iniciado  na gestão passada, as obras foram paralisadas deixando de ser uma solução para se transformar  num problema que  estar cada vez mais causando transtornos  para os moradores do povoado, e os demais  motoristas  com seus veículos carregados de queijos  que trafegam usando a via como alternativa para chegar nos municípios  da Pedra, e Venturosa.


Fonte: Assessoria de Imprensa  Com informações: Giro Social B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO