quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Carga de cosméticos avaliada em R$ 67 mil é roubada em trecho da BR-232, em Arcoverde

Uma carga de cosméticos avaliada em R$ 67 mil foi roubada na BR-232 em Arcoverde. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do caminhão relatou que foi abordado por um grupo de quatro pessoas armadas e em um carro de passeio, ontem (17).

Ainda segundo a PRF, o condutor relatou também que os criminosos o mantiveram refém em um lugar isolado por algumas horas. Os assaltantes teriam dito a ele que o veículo seria abandonado no município da Pedra.


O efetivo foi até lá e encontrou o caminhão no acostamento da BR-424, sem a carga. A vítima e o veículo foram levados para a delegacia. Até a publicação desta matéria, ninguém havia sido preso.

Filho de Eduardo Campos será o novo chefe de Gabinete do estado

João Campos, filho de Eduardo Campos, discursa na Câmara durante sessão em homenagem ao pai (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)
João Campos começou a ter uma vida política mais intensa após morte do pai
(Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)
O filho do ex-governador Eduardo Campos, João Campos, será o novo chefe de Gabinete do estado. O jovem, de 22 anos, assume o cargo na quinta-feira (18). Ruy Bezerra, que até então ocupava a chefia de Gabinete, assumirá a Controladoria Geral do Estado. Rodrigo Amaro, o atual controlador, vai para a Assessoria Especial. 
A cerimônia de posse de João e Ruy está marcada para as 17h de quinta-feira (18), no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo do estado, na área central do Recife.
João Campos começou a ter uma vida política mais intensa logo após a morte do pai, vítima de um acidente de avião em agosto de 2014. Inclusive, integrou a campanha de Paulo Câmara (PSB) para governador e chegou a assumir cargo dentro do Partido Socialista Brasileiro em Pernambuco, de secretário de organização. João exercerá a mesma função que Eduardo Campos ocupou no segundo governo de Miguel Arraes, no período de 1987 a 1990.
Campos vai se formar engenharia civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) este semestre e acompanhou o pai desde muito novo nas campanhas eleitorais e nos atividades que Eduardo exerceu.
Ruy é formado em Direito pela Faculdade de Direito do Recife e tem pós-graduação em Gestão Pública e Controle Externo, pela Universidade do Estado de Pernambuco (UPE). É auditor das Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), desde 1996.
Rodrigo Amaro é administrador e mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e compõe o quadro permanente de docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi gerente de Auditoria, Prestação e Tomada de Contas da Controladoria Geral do Estado. Também foi diretor-presidente da Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart).

Habilitação para cinquentinhas começa a ser exigida dia 1º de março


Os condutores de ciclomotores, as famosas cinquentinhas, voltam a ter que correr contra o tempo. Muita gente deve ter esquecido, mas no próximo dia 29 de fevereiro vence o prazo estipulado pelo governo federal para que os motoristas se habilitem para guiar uma cinquentinha. Sendo assim, que for pego dirigindo um ciclomotor a partir do dia 1º de março será multado em R$ 574,62. O valor é referente à infração gravíssima, de R$ 191,54, multiplicada três vezes, como previsto no Artigo 162 do CTB para o caso de conduzir veículo automotor sem estar habilitado. A multa, vale ressaltar, ficará no chassi do veículo e terá que ser paga no licenciamento.

Os motoristas que quiserem conduzir a cinquentinha terão que possuir a ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor) ou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na categoria A, exigida para os condutores de motos. O condutor não-habilitado terá que acionar um motorista habilitado para levar o veículo. Caso contrário, o ciclomotor será apreendido.

Diante da expectativa de um possível adiamento – já que durante o processo de legalização dos ciclomotores, ano passado, diversos prazos foram prorrogados –, o Detran-PE já anunciou que não irá estender o prazo. “Não podemos adiar porque é uma data estipulada pelo Contran, não depende de nós. O que fizemos foi liberar o uso dos ciclomotores dos candidatos nos exames práticos, já que a mesma resolução concede prazo até junho para que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) comprem veículos para as aulas práticas”, explica o presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro.

A procura pela habilitação, entretanto, tem sido baixa. Segundo o Detran-PE, até agora nenhuma ACC foi emitida no Estado. Já o número de CNHs na categoria A vem se mantendo alto. Os técnicos do órgão acreditam que a procura pela ACC será pequena porque o motorista vai optar pela habilitação que também atende à condução de motos. Mesmo o Contran tendo reduzido a carga horária para a retirada da ACC em 50% e, consequentemente, o valor do documento.

A redução foi de 45 horas/aula teóricas e 20 horas/aula práticas para apenas 20 horas/aula teóricas e 10 horas/aula práticas. E as provas tiveram uma redução de 30 questões para 15, exigindo um percentual de acerto de 60%. Na prática significa dizer que antes o candidato tinha que acertar 21 questões e, agora, são apenas 9. Até então, retirar uma ACC significava seguir o mesmo processo de retirada de uma CNH na categoria A.

PRORROGAÇÃO
Mas nem tudo são notícias ruins para que tem uma moto de até 50 cilindradas. O Detran-PE decidiu prorrogar até o dia 31 de março o prazo para os condutores que ainda não conseguiram emplacar os ciclomotores e se encaixam em uma situação: as cinquentinhas que não estão com placas porque o condutor deu entrada no registro da Base de Índice Nacional (BIN), realizado por meio da concessionária que vendeu o veículo, e o cadastro não apareceu no sistema do Detran. 

Luciano Pacheco coloca nome à disposição para ser candidato a prefeito


 O vereador Luciano Pacheco (PSD) anunciou na sessão desta segunda-feira (15) que está colocando seu nome como pré-candidato a prefeito de Arcoverde. Seu nome vem se somar ao da prefeita Madalena Britto (PSB) que já anunciou ser candidata à reeleição e ao do ex-deputado Israel Guerra (PR) que já teve seu nome anunciado pelo Partido Republicano.

Ele disse que seu nome está à disposição do crivo do povo de Arcoverde. Ele diz esperar que sua proposta seja analisada pelo grupo ao qual faz parte quando forem consultar numa pesquisa. Disse preencher todos os requisitos de ser candidato pelas oposições. Não sou candidato a prefeito de todo jeito, sou candidato de ouvir meu grupo, finalizou o parlamentar pessedista que integra o grupo do deputado federal e do estadual Zeca e Júlio Cavalcanti.

Outro nome que começa a correr também como pré-candidata é da ex-primeira dama, e esposa do deputado federal Zeca Cavalcanti, Nerianny Cavalcanti (PTB). Seu nome vem sendo estimulado por antigos funcionários municipais, lideranças comunitárias, empresários, comerciários e já começa a circular nos meios políticos. Quem também trabalha seu nome como pré-candidato a prefeito de Arcoverde é o deputado estadual Eduino Brito (PHS).

“Agora é Lei, transporte escolar municipal pode ser utilizado por universitários”

“A Presidente promulgou a emenda, que autoriza os municípios a utilizarem o transporte escolar municipal por estudantes universitários, agora temos a Lei nº 12.816/13”, informou Efraim Filho.
O deputado federal Efraim Filho (Democratas-PB) comemorou a promulgação da emenda à Medida Provisória n. 593/2012, que dispõe sobre o apoio da União às redes públicas de educação básica na aquisição de veículos para o transporte escolar.
“A Presidente promulgou a emenda, que autoriza os municípios a utilizarem o transporte escolar municipal por estudantes universitários, agora temos a Lei nº 12.816/13”, informou Efraim Filho.
Conforme o deputado que encabeçou o movimento em defesa do transporte escolar municipal para os Universitários, a emenda teve sua aprovação confirmada no Senado Federal e foi promulgada pela Presidente Dilma esta semana.
“Minha expectativa sempre foi que essa emenda legislativa que aprovamos no Congresso Nacional fosse sancionada pela Presidente Dilma, pois representa uma solução definitiva para os universitários dos pequenos e longínquos municípios que agora podem utilizar o transporte escolar municipal especialmente no período noturno, período esse em que os ônibus não estão sendo utilizados, diminuindo assim as dificuldades de concluírem o ensino superior” disse Efraim Filho.
Teor da Emenda:
Art. 5 – A União, por intermédio do Ministério da Educação, apoiará os sistemas públicos de educação básica dos Estados, Distrito Federal e Municípios na aquisição de veículos para transporte de estudantes, na forma do regulamento.
Parágrafo único. Desde que não haja prejuízo às finalidades do apoio concedido pela União, os veículos, além do uso na área rural, poderão ser utilizados para o transporte de estudantes da zona urbana e da educação superior, conforme regulamentação a ser expedida pelos Estados, Distrito Federal e Municípios.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO