segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Roteiros pelo interior do nordeste incluem o Vale do Catimbau em Buíque-PE

Pernambuco tem a sua Bonito, que também se destaca pelas águas - cachoeiras como a Véu da Noiva são os destaques na cidade, que é ponto de ecoturismo
Pernambuco tem a sua Bonito, que também se destaca pelas águas - cachoeiras como a Véu da Noiva são os destaques na cidade, que é ponto de ecoturismo

Do Estadão Conteúdo
A identidade cultural do Nordeste – e também o imaginário que grande parte dos brasileiros tem da região – está intimamente ligada às paisagens e manifestações do interior. Foi no agreste e no sertão que floresceram o forró, as festas juninas, as figuras do cangaceiro e do vaqueiro, a culinária baseada em carne de bode e queijo coalho. Marcada pela seca e por problemas sociais da Bahia ao Maranhão, a região acaba perdendo para o litoral o protagonismo turístico. Mas longe do cenário de coqueiros e mar, o Nordeste também conquista: pelos belos visuais e atrações ainda pouco conhecidas.
Sim, a falta de infraestrutura é um grande impasse para desbravar a grandiosidade do interior nordestino. De maneira geral, muitas estradas não têm boas condições e faltam opções de hospedagem e locomoção, a depender do destino. Mas para o turista que tem interesse em descobrir um outro Brasil, pode ser que tais fatores sejam problemas menores.
Como em qualquer lugar de dimensão continental, o interior nordestino é formado por várias paisagens e identidades. Cachoeiras, rios e grutas nas chapadas baianas; oásis nas margens do rio São Francisco; a seca do Seridó potiguar, a devoção religiosa do Cariri cearense; os sítios arqueológicos do Piauí. Selecionamos três desses roteiros para uma primeira imersão pela natureza desse Nordeste interiorano, tão belo quanto diverso. Antes de pegar a estrada, algumas dicas gerais: um carro para facilitar os deslocamentos, protetor solar, muita água e disposição.
Em junho

Além das temperaturas mais amenas, as festas de São João são outro bom motivo para descobrir o interior nordestino em junho. Entre as principais celebrações, as sanfonas tocam em arrasta-pés em Campina Grande, na Paraíba, e nas pernambucanas Caruaru e Petrolina.
A farra paraibana dura um mês, de 3 de junho a 3 de julho, com competições de quadrilha e muitos grupos de forró. O astro do momento, Wesley Safadão, já está confirmado pela organização, além da cantora Elba Ramalho e do padre Fábio de Melo, que participa desde 2013. Mais da programação será confirmada ao poucos no sitesaojoaodecampina.com.
Já em Pernambuco, o São João de Caruaru ainda não tem programação definida, mas o Pátio de Eventos Luiz “Lua” Gonzaga será mais uma vez o palco da festança. Em Petrolina as datas também não foram confirmadas ainda, mas a farra caipira é garantida. 
Rota pernambucana - Do Recife ao Vale do Catimbau

Esqueça as piscinas naturais de Porto de Galinhas e as ladeiras históricas de Olinda. Chegando ao aeroporto do Recife, o caminho em direção ao interior é pela BR-232, que percorre Pernambuco de leste a oeste. Cerca de uma hora depois de deixar a capital vem a primeira surpresa: ao subir a Serra das Russas, a temperatura na cidade de Gravatá é fria.
Hospedagens competentes rendem boa justificativa para pernoites em Gravatá. O Hotel Canariu’s tem parque aquático com toboáguas e piscina aquecida, quadras e balada. Custa no mínimo R$ 370 para casal, por noite. O Portal de Gravatá (desde R$ 382) tem proposta parecida e mais ênfase na fazendinha, com galinhas e ordenha diária de vacas. Para comer, sabores italianos e um quê romântico dão o tom do Ristorante Antonieta (81-3533-1786); e a Buchadinha da Biu (81-3533-1935), de vocação regional, serve bode e deliciosos petiscos de charque.
Ainda no clima agradável do início do agreste pernambucano, o município de Bezerros, a menos de 30 minutos de Gravatá, guarda a bela Serra Negra. Um polo cultural concentra a produção de mais de 60 artesãos, indo das xilogravuras às máscaras carnavalescas dos papangus. A Serra Negra, que tem formação rochosa e é verde praticamente o ano inteiro, tem trilhas, grutas, mirantes e atividades de aventura como o rapel. À noite, a temperatura pode ficar abaixo dos 10 graus. A pousada Canto da Serra (desde R$ 350) tem charme e organiza passeios. 
Ainda no agreste, seguindo pela PE-103, Pernambuco tem a sua Bonito, que também se destaca pelas águas – cachoeiras como a Véu da Noiva são a principal atração, e a elas se chega por trilhas. Para percorrê-las, agências locais como a Regateio Viagens oferecem tours desde R$ 90 por pessoa. Hospedagem confortável com opções de esportes ao ar livre, o Bonito Eco Parque tem rapel, parede de escalada e tirolesa, e conta com guias para trilhas em toda a região (diárias desde R$ 200).
Na vizinha Palmares é possível vivenciar outra marca muito forte na história nordestina: engenhos de cana-de-açúcar. Exemplares da época colonial permitem um mergulho na história das senzalas e do açúcar, rapadura e cachaça. O Engenho Caramuru recebe visitantes avulsos para conhecer os processos de transformação da cana e os hospeda em aconchegante pousada (desde R$ 260). 
De volta à BR-232, em direção ao sertão está uma das maiores joias do interior de Pernambuco. No município de Buíque, o Vale do Catimbau já foi cenário de filmes como Árido Movie (2006). São poucas opções de alimentação e hospedagem, como a simples Pousada Vale do Catimbau (R$ 80 por pessoa; 87-3816-3030). Mas, nos 62 mil hectares de área, a visitação vem aumentando ano a ano – em 2016, o número deve fechar em 6 mil pessoas, de acordo com a associação de guias locais. Será um recorde.
Muitos guias do Vale do Catimbau são nativos da tribo indígena kapinawá. Contratar um deles é indispensável – é fácil se perder em meio à caatinga. “Nem eu que sou daqui conheço tudo”, diz o guia Márcio Araújo. Tours começam em R$ 100 e os pontos mais visitados são as pinturas rupestres do Sítio Arqueológico do Homem Sem Cabeça e o Chapadão, cânion de visual deslumbrante.

Prefeitura realiza limpeza de ruas em ação preventiva e pede colaboração do cidadão buiquense



Por intermédio da Secretaria de Obras, a prefeitura está realizando uma ação de limpeza urbana nos bairros e ruas da cidade. O trabalho envolve a retirada de entulhos das ruas e calçadas, remoção de lixos localizados em pontas de ruas entre outros. A ação é uma medida voltada à saúde pública, prevenção de patrimônio público e bem estar social. “Quando se tem bairros e ruas limpos, se têm mais qualidade de vida, menos índices de doenças. No caso das metralhas e lixos, além da saúde temos a danificação da pavimentação asfáltica, isso sem contar que é muito prazeroso se ter sempre ruas limpas e bem cuidadas, além de embelezar a cidade isso aumenta a qualidade de vida da população”, destaca Clovis Romero, gerenciador de projetos.

O trabalho que já foi realizado em alguns bairros da cidade conta com uma equipe de recolhimento, caminhão caçamba e maquinário. Em alguns casos é preciso maior colaboração da comunidade buiquense. “Percebemos que após a retirada do material alguns moradores voltaram a despejar entulhos nas calçadas e isso é errado. Esta ação não irá acontecer rotineiramente, precisamos que todos compreendam que esses materiais são de responsabilidade dos proprietários dos imóveis. E em breve estaremos fiscalizando e caso seja necessário aplicando as sansões previstas em lei”, destacou o Clovis.

Segundo o secretário Sostenes Camêlo a participação da população atuando como um segundo agente fiscal é de suma importância. “Essa boa vontade de se manter limpos os bairros e ruas, garantindo mais qualidade de vida tem que partir também do cidadão, ou melhor de toda a comunidade. Caso alguém identifica uma situação passível de fiscalização, ele deve denunciar. Essa denúncia que é feita de maneira anônima pelos canais de voz da comunidade com a prefeitura nos direciona aos casos que devem ser corrigidos em prol do bem estar coletivo”, conclui Sostenes.


Para efetuar as denúncias o cidadão buiquense tem a disposição a Ouvidoria Municipal, pelo site oficial da Prefeitura (www.buique.pe.gov.br) ou pelo telefone (87) 3855-2901 

Dr. Dilson Santos lança sua pré candidatura a prefeito do município de Buíque com o apoio do PSOL local



No último sábado, 26 houve uma importante reunião na casa do Dr. Dilson organizada pela equipe do PSOL, que tem como presidente Elson Francisco, que também é pré-candidato a vereador e atual presidente da Associação dos Transportes Alternativos de Buíque(ATAAG).

Na reunião estiveram presentes varias autoridades importantes, como o secretario de Desenvolvimento Social Criança e Juventude do estado, Isaltino Nascimento, que também é suplente de deputado estadual; Gileno Gomes, assessor parlamentar do palácio do planalto; André, presidente da coopertrans regional; Alane Márcia, diretora da FUNASE de Arcoverde, o vereador do município de Jurema, Edvan, além de várias lideranças locais como Jurandir Cassiano, presidente da associação dos agentes de saúde do município, os conselheiros tutelares representados por José Cassiano e vários presidentes de associações. Na ocasião discutiram a conjuntura política local, os problemas do município e as possíveis soluções.

Isaltino Nascimento falou das ações da secretaria estadual e se colocou a disposição do grupo, e juntos oficializaram a pré-candidatura do Dr. Dílson para prefeito deste município, com os créditos de um cidadão que ama verdadeiramente este município, que desde o momento que veio para esta cidade nunca se ausentou, e sempre contribuiu para o seu desenvolvimento, e atualmente é considerado o médico do povo buiquense.


Fonte: Aldacir Rodrigues 

Vamos dar as mãos e ajudar nossa amiga ALÍCIA BARBOSA, ela precisa urgente de uma cirurgia para voltar a falar

Campanha para Alicia (vamos compartilhar)


Esta é Alicia Barbosa, mora na cidade de Buíque-PE, Alicia sofreu um acidente de moto no dia 28/12/2014 no qual ficou em coma induzido teve traumatismo craniano por alguns meses por ter passada muito tempo entubada teve que fazer traqueostomia, depois de meses internada os médicos deram alta e falaram que não podiam fazer mas nada que ela iria fica em estado vegetativo que só Deus pra muda o quadro, mas com muita fé e oração hoje Alicia já anda com ajuda, sua memória voltou algumas lembranças se perdeu...Mas o importante é que ela esta aqui lutando cada dia pra ficar boa, porem ela não consegui tirar o aparelho pra volta a falar já foi em vários médicos mas não tem como fazer a cirurgia pelo SUS, só particular a família não tem condições sua mãe deixou de trabalhar para cuidar da Alicia o seu maior sonho é voltar a falar e se livrar do aparelho pois é um sofrimento tem que as vezes aspirar outro dia ela foi tossir o aparelho saiu ela teve parada respiratória a sorte que foi socorrida rápido, é para Deus nada é impossível por isso pedimos a ajuda de vocês para Alicia conseguir fazer esta cirurgia e volta ser a ALICIA que era antes hoje ela esta com 18 anos uma pessoa maravilhosa que merecer ser muito feliz...vamos ajudar a ALICIA. O nome da cirurgia é (Trapeneoplastia) o medico falou que ela precisa fazer a cirurgia rápido porque a passagem de ar é pouca infelizmente é particular. Vamos todos ajudar, segue o numero da conta para deposito...qualquer duvida chama no Messenger desde já agradeço a todos que abraçar esta causa.

E se por acaso algum médico (a) ou alguém que tenha conhecimento com quem possa realizar essa cirurgia por favor entre em contato conosco para que possamos realizar esse sonho de Alicia. (87) 9 9642-9027

Banco: caixa econômica
Agencia: 0915
Variação: 013
Conta: 00032331-0
poupançano nome de Maria José Soares Pires

Você sabia que com apenas 10 minutos por semana você pode afastar o perigo da dengue, chikungunya e zika?Clique para ampliar


Vamos levar essa campanha a diante e combater o mosquito que está tirando o sono de muita gente em nosso município, em nossas comunidades. 

Clique para ampliar

Você sabia que com apenas 10 minutos por semana você pode afastar o perigo da dengue, chikungunya e zika?
O mosquito vive dentro de nossas casas. Para garantir a saúde de sua família e de sua comunidade, basta fazer uma checagem de cerca de 10 minutos nos locais onde ele costuma colocar seus ovos.
Esta rotina tem que ser semanal, pois este é o período que o Aedes aegypti precisa para se desenvolver e passar da fase de ovo para a fase de mosquito adulto.
Por que uma vez por semana?
O ciclo de vida do Aedes aegypti da dengue, do ovo até a fase adulta, leva cerca de 7 a 10 dias. Se a verificação e eliminação dos criadouros forem realizadas uma vez por semana, podemos interromper o ciclo e evitar o nascimento de novos mosquitos.
                                      O OVO DO AEDES AEGYPTI
O ovo do Aedes aegypti
O ovo do Aedes aegypti é bem escuro e é menor que um grão de areia, por isso é muito difícil enxergá-lo. É depositado pela fêmea do mosquito nas paredes dos criadouros, próximo à superfície d´água.
Ovo do Aedes aegypti. Do tamanho de um grão de areia

                                     LARVA DO AEDES AEGYPTI
Larva do Aedes aegypti
A partir dos ovos, nascem as larvas, que vivem na água. Por seu tamanho reduzido, aproximadamente o de uma cabeça de agulha de costura, dificilmente se vê onde estão. Não gostam de luz forte, por isso, ao abrir a caixa-d´água, por exemplo, elas fogem para cantos sombreados.
Imagem aumentada em um microscópio. As larvas variam do tamanho do buraco de uma agulha comum até uma cabeça de agulha de crochê

                                    MOSQUITO AEDES AEGYPTI
Mosquito Aedes aegypti
Agindo uma vez por semana, impedimos que os ovos se transformem em mosquitos, que têm em média o tamanho de um grão de arroz.

Imagem aumentada aproximada com um equipamento especial. Do tamanho de um grão de arroz

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO