quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Equipes de transição de governo de Tupanatinga realizam primeira reunião

Foto: Wellvys Luis

Na tarde desta quinta-feira, 03, aconteceu a primeira reunião entre a Comissão de Transição de Governo, designada pelo prefeito Manoel Tomé (PT) e os representantes do prefeito eleito para o mandato que se iniciará em 2017, Silvio Roque (PP). O encontro aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores, localizada no centro da cidade.

Nessa primeira conversa entre as duas equipes, foram sanadas dúvidas iniciais sobre vários setores da Prefeitura e protocolados requerimentos e levantamentos de informações, que serão preparados e disponibilizados pela Comissão, que tem como coordenador o secretário de finanças do município, José Antônio.

Ficou acertado que as equipes ficarão se encontrando as quintas-feiras, a fim de serem apresentadas respostas e documentos solicitados, além de visitas que serão realizadas a partir da próxima semana, aos departamentos públicos, para que o processo de funcionamento de cada pasta e o andamento de seus respectivos projetos sejam desde já observados pelos membros da comissão e da gestão futura.

De acordo com a Portaria nº 46/2016, além de José Antônio, do atual governo atuarão no processo de transição os senhores Antônio Carlos Brás dos Santos, Maria Edileuza de Souza, Adeilton Abreu de Oliveira, Natanael de Vasconcelos Silva, Flavio Edson de França Cavalcanti, Silene Cordeiro de Carvalho, Paulo Roberto Barboza e Maria da Conceição Lima Rodrigues.
Foto: Fernando César


A equipe enviada por Silvio Roque é composta por Jarbas Maciel Ferreira de Moura, Francisco Carlos da Silva Andrade, Antônio Carlos Pereira, Rosa Maria Gomes de Lima Soares, Bruna Waleska Alves Tavares Feitosa, Maria Helena Cursino de Melo, Meyrielle Suammy Silva Santos, Rodryggo Lins, Mariano Ferreira de Brito, Joelma paixão, Sílvia Feitosa Oliveira de Andrade Almeida e Vamilson Severino Correia, ambos coordenados por Joaquim Cordeiro Feitosa Neto.

Outubro é mês com mais homicídios desde agosto de 2008, em PE

Crime foi cometido na Vila Tamandaré, no Recife, no dia 22 de dezembro de 2014 (Foto: Reprodução/TV Globo)Mês de outubro foi o mais violento desde agosto de 2008 (Foto: Reprodução/TV Globo)
A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) registrou 399 assassinatos, entre os dias 1ª e 28 de outubro deste ano. Mesmo sem computar crimes ocorridos nos últimos três dias, esse já pode ser considerado o mês mais violento do estado desde agosto de 2008. Ou seja, há oito anos, o Pacto Pela Vida não contabilizava tantos homicídios. O programa foi implantado em 2007 pelo governo do estado para reduzir, mensalmente, em 12% o índice de homicídios.
Com os assassinatos registrados em outubro, Pernambuco atingiu a casa de 3.548 assassinatos neste ano, o que significa uma média de 354 mortes violentas a cada mês e 11 homicídios por dia. Em todos os meses deste ano, o estado teve mais de 300 assassinatos por mês. Março foi o segundo colocado  no ranking de crimes registrados, 395 mortes violentas. O período menos número de registros foi fevereiro, com 307.

Estudantes protestam contra a PEC 241 em Belo Jardim, Agreste de PE

Estudantes protestaram contra a PEC 241 em Belo Jardim (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)Estudantes protestaram contra a PEC 241 em Belo Jardim (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)
Um grupo de estudantes do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e de uma escola estadual de referência realizou um protesto nesta quinta-feira (3) em Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco. A mobilização foi contra a PEC 241, que limita gastos públicos pelos próximos 20 anos.

Os estudantes percorreram as principais ruas do município e fizeram parada em frente ao hotel da família do atual ministro da Educação, Mendonça Filho, que é natural de Belo Jardim. De acordo com a organização, participaram cerca de 250 pessoas - a Polícia Militar não contabilizou o número de manifestantes.

PEC 241
A PEC 241 estabelece que as despesas da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) só poderão crescer conforme a inflação do ano anterior. Pela proposta, a regra valerá pelos próximos 20 anos, mas, a partir do décimo ano, o presidente da República poderá propor uma nova base de cálculo ao Congresso. O texto base foi aprovado em segundo turno, na noite de terça, pela Câmara dos Deputados, em Brasília.

Em caso de descumprimento, a PEC estabelece uma série de vedações, como a proibição de realizar concursos públicos ou conceder aumento para qualquer membro ou servidor do órgão. Inicialmente, a proposta estabelecia que os investimentos em saúde e em educação deveriam seguir as mesmas regras. Diante da repercussão negativa e da pressão de parlamentares aliados, o Palácio do Planalto decidiu que essas duas áreas deverão obedecer ao limite somente em 2018.A

Furto de água em adutora prejudica abastecimento em Itaíba, no Agreste

Compesa flagrou furto da adutora de Itaíba (Foto: Divulgação/Compesa)Compesa flagrou furto de água da adutora de Itaíba (Foto: Divulgação/Compesa)
Moradores de Itaíba, no Agreste de Pernambuco, estão com o abastecimento de água prejudicado. De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), houve um furto de água na Adutora de Itaíba, que abastece os cerca de 27 mil habitantes do município. 

Ainda segundo a Compesa, a adutora teve uma queda de vazão de 33 litros por segundo para 17 litros. A Companhia identificou 50 ligações clandestinas e recolheu mais de cinco mil metros de tubulações em propriedades na zona rural. Atualmente, os moradores de Itaíba convivem com um regime de abastecimento de cinco dias com água e 23 sem, conforme informou a Compesa.

Segundo o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Augusto César de Andrade, "nos casos de flagrante, caso seja cliente da Compesa, a pessoa que cometeu o crime é notificada e recebe uma multa. Quando o furto é constatado em áreas nas quais o infrator não é cadastrado como cliente, ele é  esclarecido sobre a prática ilícita , notificado e  convocado  para regularizar a situação".

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO