quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Prefeitura de Tupanatinga Decreta Luto Oficial por três dias pela morte do ex-prefeito Odilon Teixeira


A Prefeitura de Tupanatinga vem a público externar o mais profundo pesar pelo falecimento do honroso ODILON TEIXEIRA CAVALCANTI, ocorrido na manhã desta quarta-feira, 18 de outubro de 2017, no Hospital da Restauração, na cidade do Recife.
O Sr. Odilon Teixeira Cavalcanti, que, em vida, prestou grandes serviços ao Município de Tupanatinga/PE, como comerciante, agricultor e político em favor da população mais carente, faleceu hoje, 18 de outubro de 2017, na cidade do Recife.

“A municipalidade reconhece a importância deste grande homem e os relevantes serviços que foram prestados por ele enquanto prefeito em favor da população mais carente de Tupanatinga. Neste momento de dor, queremos nos juntar e prestar nossa solidariedade aos seus familiares e amigos. Reafirmamos nosso apreço por seu legado de conquistas e trajetória política de Tupanatinga”, disse o atual prefeito, o Sr. Silvio Roque.

Em virtude da morte do ex-prefeito Odilon Teixeira Cavalcanti, o chefe do Executivo Municipal, Silvio Roque, decreta luto oficial de 3 (três) dias no município.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O ex-prefeito do município de Tupanatinga, agreste do estado, o Senhor Odilon Teixeira Cavalcanti, faleceu na manha desta quarta (18/10), no Hospital da Restauração, na cidade do Recife. O mesmo foi vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no ultimo dia (07/10).

TRAJETÓRIA

Odilon Teixeira Cavalcanti, nasceu no dia 25 de fevereiro de 1922, no sitio Bernado, quando Tupanatinga ainda era a Vila de Santa Clara e pertencia ao município de Buíque. Filho primogênito de uma família de nove irmãos, de pais agricultores e de pouca renda. Foi casado com Eleuzina de Souza Teixeira, (falecida em 1982) com quem teve seis filhos, Adelzira, Aderita, Adalgisa, Pedro, José Edinaldo e Luiz Carlos. 

Foi comerciante, caminhoneiro, carvoeiro, agricultor, mas a sua grande paixão foi com a política: em 1956 foi eleito subprefeito da Vila de Santa Clara, que pertencia a Buíque e posteriormente tornou-se a cidade de Tupanatinga. Em 1964 foi eleito vereador já por Tupanatinga. Em 1969 foi eleito vice-prefeito. Em 1976, novamente foi eleito vice-prefeito, junto com Artur Flor, para um mandato de seis anos, com quem fez o compromisso de ser apoiado na próxima eleição. Foi quando em 1982, Artur Flor apoiou Amaro Severo contra Jayme Galvão de Melo e Odilon Teixeira, então, lançou-se com a terceira alternativa. Perdeu de forma súbita a sua esposa Eleuzina Teixeira, a apenas cinco dias da eleição, mesmo assim foi consagrado vitorioso, contudo, Deus lhe deu forças para conduzir a família e a cidade com braço forte. É tanto que elegeu o sucessor, Lourenço Alves, com uma ampla margem de votos. 

Sua gestão ainda hoje é lembrada pelos munícipes como uma das mais prosperas e desenvolvedoras já existentes na cidade. Odilon Teixeira trouxe desenvolvimento e muitas obras para a cidade sendo um marco na historia de Tupanatinga. Ainda participou de duas eleições: em 1996 foi candidato a prefeito e em 2000 a vice prefeito, não sendo eleito em nenhum dos dois pleitos.  

VELÓRIO

O velório acontecerá na Câmara Municipal de Vereadores 
O sepultamento será amanha (19/10) as 16:00 horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO