sábado, 21 de fevereiro de 2015

Um Carnaval cheio de paz e tranquilidade, assim classificam os moradores da cidade do Buíque, no agreste do Estado

Passados 4 dias após a festa de momo em nossa cidade, passando pelas praças do centro onde o reinado aconteceu nos deparamos com toda estrutura física das mesma intacta, nenhuma grade quebrada, nenhum banco destruído e tudo nos conformes como deveria estar. Isso sim é um sinal de que o povo buiquense sabe valorizar cada graminha aqui plantada.


Queremos com muito orgulho parabenizar a todos pelo belíssimo carnaval e, em especial a nossa querida população que nem se quer pisaram na grama durante estes 4 dias de festa - como eram os comentários nas ruas. Em nome do Prefeito Jonas Camêlo nós levamos a você, folião e foliã buiquense todos os votos de consideração e de felicidades, e deixar nosso fraterno abraço e agradecimento pela compreensão de cada um que se fez presente durando este evento simples, mas feito para o povo buiquense de coração pelo nosso gestor, Jonas Camêlo Neto.

Nosso Muito Obrigado!!!

Buíque chora a partida de um filho chamado Enock Carvalho

A cidade de Buíque cada vez  mais estar perdendo seus ilustres filhos que de certa maneira com sua partida  deixam uma lacuna na historia da cidade através de seus serviços e atos prestados em prol de sua população.
Se com suas partidas ficam para suas famílias a dor da saudade,  em que as lembranças  dos momentos  vividos  compartilhados  juntos aos amigos  que guardarão em suas memórias  seus momentos vividos.
Como a vida e curta e breve no inicio da noite desta sexta feira, (20)  de forma surpreendente quem  partiu para o plano superior  foi o ilustre filho Buiquense Enock Carvalho, casado pai exemplar de família, deixa   esposa filhos e netos além de vários amigos conquistados em vida.

Filho do saudoso Zé Serrinha, fez parte do desenvolvimento da cidade de Buíque, seja como diretor de transportes, cargo exercido em anos anteriores, ou  conduzindo um caminhão sua principal paixão  desbravando estradas deste sertão que aprendeu como ninguém a amar.
Foto Arquivo da família. 

Sacola: começa romaria de prefeitos ao Palácio

                                             



O governador Paulo Câmara (PSB) abriu espaço na sua agenda para atender prefeitos que, nos últimos dias, têm feito uma verdadeira romaria ao Palácio do Campo das Princesas. A maioria levando debaixo do braço uma pauta recheada de reivindicações, na esperança de receber do governador uma palavra mais “animadora” num momento em que os municípios enfrentam sérios problemas financeiros. Nas reuniões, Paulo tem recebido aliados e adversários políticos. “Eles têm pedido a audiência e tenho atendido a todos”, comentou o socialista.
Ontem, um dia depois de conversar com o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), o governador abriu espaço para o prefeito de Petrolina, Julio Lóssio (PMDB). “Nunca tinha falado com ele. A reunião foi boa para quebrar o gelo”, destacou Câmara. Segundo ele, Lóssio, que na eleição de 2014 apoiou o ex-candidato do PTB, Armando Monteiro Neto, disse que está aberto ao diálogo
Julio Lóssio, por sua vez, revelou ter apresentado a Paulo Câmara alguns pontos, a exemplo de um debate com o governo sobre a questão tributária no município, além de temas como educação infantil e mobilidade urbana
O governador, quando questionado se o estado teria caixa para atender às demandas dos prefeitos em razão das dificuldades financeiras por conta da escassez de recursos, afirmou que alguns dos projetos apresentados já estão em andamento nos municípios. “Vamos analisar as demais reivindicações e depois dar uma resposta”, argumentou.
 Além de Elias Gomes e Julio Lóssio, já estiveram no palácio os prefeitos do Recife, Geraldo Julio (PSB), de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), de Camaragibe, Jorge Alexandre (PSDB), e de Arcoverde, Madalena Brito (PTB). (Do Diario de Pernambuco - Rosália Rangel)

Compesa tenta agilizar adutora do Agreste

O presidente da Compesa, Roberto Tavares, recebeu em audiência a prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, preocupada com o agravamento da seca no Estado, em especial no Agreste e na região do Sertão do Moxotó.

Na reunião, tomou conhecimento da proposta apresentada ao ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, de um projeto para antecipar o início da operação da Adutora do Agreste, que receberá água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco, beneficiando 17 municípios inclusos na primeira etapa da obra, em execução pela companhia.
O detalhamento do empreendimento foi apresentado ontem à prefeita e ao vice-prefeito de Arcoverde, Wellington Araújo. A cidade deve ser a primeira a ser beneficiada pela nova Adutora. Segundo Tavares, o projeto consiste na construção de uma captação de água na Barragem do Moxotó, situada na localidade Rio da Barra, no ponto onde o Eixo Leste da transposição cruza a BR-232, no município de Sertânia. Esse reservatório está em construção pelo governo federal e deverá receber água ainda este ano por meio do canal da transposição.
A alternativa técnica encontrada pela Compesa para antecipar o uso das águas do Eixo Leste da Transposição envolve a construção de uma adutora de 84 quilômetros de extensão, de 1.200 metros de diâmetro, que transportaria água do Eixo Leste até Arcoverde, alimentando o primeiro trecho da Adutora do Agreste.
“O empreendimento é um investimento de R$ 300 milhões e irá propiciar uma vazão de 2 mil litros de água por segundo. Essa ação será a redenção dessas cidades, que estão sofrendo com a falta de água, fruto da pior seca registrada nos últimos 50 anos”, esclarece Roberto Tavares. Ele estima que a obra seria executada no prazo de 10 meses após a assinatura do contrato, que ainda depende da análise e aprovação do Ministério da Integração e do processo de licitação.
Com 90% da população na área urbana, a cidade de Arcoverde, distante 256 Km do Recife, enfrenta a pior crise hídrica de sua história. O regime de racionamento é severo, com uma distribuição de apenas três dias com água durante o mês. “É angustiante ver a nossa população sofrendo com a falta de água. Estou muito feliz e satisfeita com a perspectiva  de uma solução”, afirmou a prefeita Madalena Britto.
Adiantou ainda que apoiará integralmente a decisão da companhia, por entender que o grave problema de escassez de recursos hídricos na cidade será finalmente resolvido. “Sou testemunha da preocupação e do interesse do governo do Estado e da Compesa para resolver essa questão, desde a concepção da Adutora do Agreste, obra que está em execução. Desde então, tenho acompanhado e cobrado as ações necessárias. Adotarei a mesma postura agora com esse novo projeto, que será uma solução mais rápida para a nossa cidade”, finalizou a prefeita.

Foliões fazem caminho inverso para brincar em Bezerros, interior de PE

Tranquilidade e clima de festa em família são motivos, afirmam foliões ao G1.
Primeira etapa do concurso de papangus iniciou neste domingo (15).

Alessandra CostaDo G1 Caruaru, em Bezerros
Concurso de Papangu em Bezerros (Foto: Alessandra Costa/ G1)Bezerrense Anderson Santos usa a tradicional máscara de papel machê (Foto: Alessandra Costa/ G1)
Durante o período de momo, a maior parte dos foliões que moram no interior seguem com sentido a Olinda e à capital pernambucana. Há, no entanto, quem faça o caminho inverso. Em Bezerros, no Agreste do estado, é comum encontrar grupos de amigos da região metropolitana que se reúnem todos os anos para brincar na centenária “Folia dos Papangus”.
Família de 'marinheiros' veio do Recife para a Folia dos Papangus, em Bezerros, Pernambuco (Foto: Alessandra Costa/ G1)Família de 'marinheiros' veio do Recife para a folia
(Foto: Alessandra Costa/ G1)
Uma turma formada por 15 "marinheiros" de uma mesma família fez isso, deixou o foco principal da folia do estado. “Alguns vêm há mais anos e outros estão vindo pela primeira vez. Um arrasta o outro e o que atrai é que aqui tem um clima diferente, uma animação saudável”, expressa a professora Angélica Leite, de 40 anos.
O analista de sistemas Rogaciano Nunes, de 25 anos, conta que este é o quarto ano em que o grupo de 12 pessoas deixa a irreverência de Olinda, onde moram, para passar o domingo de carnaval neste município do interior. “Aqui você vê que é mais família, há mais tranquilidade”, justifica Nunes. A cada edição, eles usam fantasias que os mantêm unidos; desta vez, decidiram lembrar a série infantil "Os Flintstones".
"Os Minions" também fizeram a festa, personificados por outra turma de amigos do Recife. “Participamos do carnaval de Bezerros há alguns anos, mas este é o segundo em que saímos fantasiados na troça intitulada 'Bloco dos Amigos Pegajosos'", explica a foliona Jéssica Soares, de 21 anos, estudante de Administração.
Concurso de Papangu em Bezerros (Foto: Alessandra Costa/ G1)Apesar da tradição de máscaras artesanais, outras também são bem-vindas (Foto: Alessandra Costa/ G1)
Concurso de Papangu
Levando adiante a tradição dos papangus, o desfile da categoria competitiva Adulto - que ocorre todos os anos aos domingos - reuniu uma multidão na Praça Centenária. O estudante Anderson Santos, de 20 anos e natural de Bezerros, desfila pelo quinto ano consecutivo e diz que, para esta edição, escolheu como tema “Na corte pernambucana, ser bobo é amar você”.
Ao final deste etapa, os participantes e a multidão seguiram em cortejo no Bloco do Papangu. O resultado do concurso deve sair nesta segunda-feira (16) e a premiação, que pode chegar a R$ 2 mil, será entregue aos ganhadores em até 90 dias, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura. As categorias competitivas Infanto-Mirim e Infanto-Juvenil desfilarão a partir das 10h da terça-feira (17) no Palco Cultural, montado na Praça Duque de Caxias.
Papangus 'Lula' e 'Dilma' fizeram sucesso na folia de Bezerros (Foto: Alessandra Costa/ G1)Papangus 'Lula' e 'Dilma' fizeram sucesso
(Foto: Alessandra Costa/ G1)
Os personagens surgiram no século XIX. Para entrar na Casa Grande e comer dos melhores banquetes, os escravos se vestiam com fantasias que cobriam totalmente o corpo e usavam máscaras, de acordo com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).
Folia e política
A comitiva do governador Paulo Câmara (PSB) seguiu em meio aos foliões. Além dele, outros políticos prestigiaram o evento, como o vice-governador Raul Henry (PMDB), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e o secretário estadual Isaltino Nascimento, da pasta de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude. Outros também estiveram presentes, mas na fantasia de foliões. Foram os casos da presidente Dilma e e do ex-presidente Lula, ambos do PT.
A programação da Folia dos Papangus pode ser conferida na nossa página de Carnaval.
Governador Paulo Câmara acompanha a Folia dos Papangus, em Bezerros, Pernambuco (Foto: Alessandra Costa/ G1)Governador Paulo Câmara acompanhou o Bloco dos Papangus (Foto: Alessandra Costa/ G1)

Inscrições no edital Pernambuco de Todas as Paixões vão até segunda


Termina na próxima segunda-feira (23) o prazo de inscrição do 7º Edital Pernambuco de Todas as Paixões. As inscrições devem ser feitas, presencialmente, na sede da Secretaria de Cultura/ Fundarpe, que fica na Rua da Aurora, 463/469, no bairro da Boa Vista, área central do Recife, das 8h às 17h. O escritório não funcionará no sábado (21) e domingo (22). Clique aqui para conferir o edital.

Também serão aceitas inscrições pelos Correios (via Sedex), com Aviso de Recebimento (A.R.) até 23 de fevereiro, encaminhadas ao endereço da Secult-PE/Fundarpe. Nesta edição, serão destinados até R$ 460 mil para a realização de espetáculos cênicos que retratam aspectos da vida de Jesus Cristo, com encenações durante a Semana Santa.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO