segunda-feira, 7 de junho de 2010

EXATTA : EDUARDO 61 x 30 JARBAS. NO SERTÃO, 74 A 23.


O Diário de Pernambuco deste domingo (06) divulgou pesquisa de intenção de voto para o governo de Pernambuco contratada junto ao instituto Exatta. Se as eleições fossem hoje seriam definidas no primeiro turno. Eduardo Campos (PSB) aparece com 61% das intenções de voto contra 30% do peemedebista Jarbas Vasconcelos. O Sertão do Estado é a região que dá maior vantagem a Eduardo com 74% contra 23% de Jarbas. Foram 2002 eleitores ouvidos entre os dias 29 de maio e 01 de junho com margem de erro de 2,2 pontos.

Para o Senado, Marco Maciel (DEM) aparece com 45% dos votos contra 44% de Humberto Costa (PT), 18% de Armando Monteiro e 11% de Raul Jungman.

Cientista político da Fundaj prevê Jarbas distante de Sérgio depois da eleição

Tá na coluna “Repórter JC” deste domingo essa declaração do cientista político Túlio Velho Barreto, da Fundação Joaquim Nabuco: “Jarbas não tem mais como voltar atrás (em sua candidatura de governador). Mas, certamente, assim como fez com Arraes, dará o troco (a Sérgio Guerra pelo fato de os prefeitos do PSDB estarem apoiando Eduardo Campos)”.
E continua: “Sérgio Guerra começará a se afastar formalmente de Jarbas logo após as eleições, sobretudo se o resultado for desfavorável ao candidato peemedebista”.
Final: Sérgio Guerra “ainda acerta as contas com Jarbas e o ex-PFL (DEM) por ter sido preterido em 2006 (como candidato a governador) em favor de Mendonça Filho”.
Nota do editor: Jarbas não tinha como evitar que Mendonça fosse candidato porque ele (Mendonça) estava sentado na cadeira de governador.

Voto biométrico para acabar com fraude nas eleições

Considerado um dos países mais evoluídos no que diz respeito ao sistema de votação, o Brasil — pioneiro no uso das urnas eletrônicas — falhava há até dois anos em um quesito aparentemente simples para garantir a lisura do pleito: os eleitores não eram obrigados a apresentar documentos com foto na hora de votar, apenas o título eleitoral.
Foi preciso que o Congresso aprovasse a minirreforma eleitoral, no fim do ano passado, para que, além do título, os brasileiros tenham de apresentar no pleito de outubro a identidade ou documentos equivalentes, como a Carteira de Habilitação, de Trabalho ou o Passaporte.
Mas a solução definitiva para que qualquer chance de fraude seja afastada de uma vez por todas, já vem sendo desenvolvida pelo TSE, desde as eleições municipais de 2008. O voto biométrico foi experimentado com sucesso naquele pleito em três cidades: Colorado do Oeste (RO), Fátima do Sul (MS) e São João Batista (SC), localidades onde as impressões digitais de todos os eleitores foram cadastradas.
Agora, em 2010, serão 65 municípios (em 24 estados) com votação totalmente biométrica, com as urnas equipadas com o leitor biométrico, aparelhos que lêem as impressões digitais.

Eduardo abre frente de 31 pontos

Pesquisa feita com exclusividade para o Diario de Pernambuco pelo instituto pernambucano Exatta mostra o governador Eduardo Campos (PSB) com o dobro da preferência do seu adversário, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB): 61% a 30%, respectivamente. Eduardo vence em todas as regiões do estado e em todas as faixas de renda, instrução, classe social e gênero. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi realizado entre os dias 29/05 e 1º de junho, constou de 2002 entrevistas e foi registrado no TRE sob o número 23895.

Para o Senado a pesquisa aponta empate técnico entre Marco Maciel (DEM), que concorre à reeleição na chapa oposicionista, e Humberto Costa (PT), governista, com o primeiro obtendo 45% das preferências, contra 44% do segundo. Em terceiro lugar está o atual deputado federal Armando Monteiro Neto (PTB), também governista, com 18%. Como a chapa de oposição ainda não lançou o segundo candidato ao Senado, o Exatta incluiu os nomes que estão sendo cogitados paraa vaga. O que se saiu melhor foi o deputado federal Raul Jungmann (PPS), que aparece com 11% (veja matéria abaixo).

Na corrida ao governo, Eduardo obtém seus melhores resultados no Sertão do São Francisco (75% contra 19%), Sertão (74% a 16%) e Zona da Mata (71% a 23%). Os números indicam que, pelo menos neste momento, o fato de o atual secretário de Desenvolvimento Econômico e ex-prefeito de Petrolina (município da região do São Francisco), Fernando Bezerra Coelho, não ter obtido uma vaga para disputar o Senado na chapa situacionista não trouxe desgaste para o governo. Outro detalhe é que a Zona da Mata, de acordo com os dados da pesquisa, mantém sua fidelidade ao arraesismo.

A única área onde a disputa fica equilibrada é o Recife, quando Jarbas - que foi prefeito da capital por dois mandatos - obtém 42%, enquanto Eduardo fica com 48%. No Agreste, região mais beneficiada com a duplicação da BR-232 (principal obra de Jarbas Vasconcelos em seus dois mandatos como governador, 1999-2006), a vantagem de Eduardo éde 20 pontos percentuais: o governador tem 53%, e o senador, 33%. É nesta região que se encontra ainda a principal base do grupo de Mendonça Filho (DEM), que concorreu ao governo em 2006 e que agora vai disputar um mandato de deputado federal.

A vantagem de Eduardo mantém-se também quando se divide os entrevistados entre homens e mulheres. Ele tem 61% da preferência masculina (Jarbas fica com 32%) e 60% da feminina (Jarbas, 28%). Percentuais semelhantes aparecem nos demais indicadores - de renda, instrução e classe social.

Os resultados coincidem com o índice de aprovação do governador, cujo levantamento fez parte da pesquisa. O total dos que aprovam o governo dele é de 78%, contra 13% que desaprovam. Assim como acontece na preferência de voto, é no Sertão do São Francisco que Eduardo tem a melhor taxa de aprovação: 86%. Logo em seguida vem a Zona da Mata (com 84% de aprovação), o Sertão (80%), a Região Metropolitana (79%) e o Recife e o Agreste, com 74% cada uma.

Todos estes dados são da pesquisa dita "estimulada" - aquela em que o pesquisador mostra ao entrevistado um cartão com os nomes dos candidatos. Já na pesquisa "espontânea", quando o entrevistado deve dizer seu candidato de memória (sem que haja a apresentação do cartão com os nomes), Eduardo ficou com 36% das preferências, contra 15% de Jarbas Vasconcelos.

A pesquisa avaliou também qual o grau de satisfação dos entrevistados e que expectativa eles têm para o futuro. O resultado mostra um pernambucano otimista com os dias que virão e contente com o momento que está vivendo. Na pergunta "Como o sr (a). diria que se sente com relação à vida que vem levando hoje?", 63% apontaram a resposta "satisfeito". Só 2% disseram-se "muito insatisfeitos" e 15%, "insatisfeitos". Indagados sobre como acreditam que estarão suas vidas nos próximos anos, 80% disseram acreditar que vai "melhorar".
Informações: DPNet

PROMESSA DUPLICAÇÃO DA 232 ATÉ ARCOVERDE ANIMA SERTANEJOS

Os dois principais candidatos ao governo de Pernambuco, Eduardo Campos(PSB) e Jarbas Vasconcelos(PMDB), abraçaram a promessa de analisar a possibilidade de duplicação da BR 232 entre São Caetano e Arcoverde. Depois de o senador ter encomendado à sua equipe um estudo para ver se pode incluir no seu programa de governo uma proposta para estender a duplicação de São Caetano até Arcoverde, o governador Eduardo Campos (PSB) reforçou que já planejava executar a obra antes do peemedebista tratar do assunto. O socialista avalia a possibilidade de duplicar 135 quilômetros da rodovia até o Cruzeiro do Nordeste, distrito de Sertânia, que fica depois de Arcoverde.
Embate eleitoral à parte, a notícia tem animado os sertanejos que perdem muito tempo com a atual via em mão única e em condições ruins em alguns trechos. A duplicação ajudaria no escoamento da produção, fortaleceria o desenvolvimento e agilizaria o acesso entre o Sertão e o Litoral do Estado. A possibilidade já tinha sido ventilada anteriormente, mas de forma tímida. Agora, no calor eleitoral, o tema promete sair do campo da especulação e integrar o programa de governo dos dois pré candidatos.

Bancadas defendem Guerra e reiteram apoio a Jarbas


Demorou, mas as bancadas do PSDB entraram em campo para defender o senador Sérgio Guerra, presidente nacional do partido e principal líder tucano no estado.
A nota reitera que o partido está engajado de corpo e alma na candidatura de Jarbas Vasconcelos (PMDB ao governo e que não deixará de indicar o nome para a majoritária se assim for a decisão do peemedebista. Veja abaixo:
Nota das bancadas federal e estadual do PSDB
“Nos últimos dias, o PSDB e o seu presidente nacional, o senador Sérgio Guerra, têm sido vítimas de injurias e malediscências a respeito do atual processo eleitoral em Pernambuco, coisa que repudiamos de forma veemente.
Desde que passou a compor, em 2002, ao lado do PMDB, do DEM e do PPS, a aliança em torno do senador Jarbas Vasconcelos, o nosso partido tem dado reiteradas demonstrações de solidariedade e apoio a todos os candidatos por ela indicados.
Foi assim na eleição de 2006, em torno da candidatura de Mendonça Filho, do DEM, a governador.
Na eleição de 2008 o PSDB foi o partido de oposição que mais desenvolveu ações conjuntas na Região Metropolitana e no Interior tendo apoiado em Recife o candidato a prefeito Raul Henry, do PMDB, indicando, inclusive o vice de sua chapa. No interior, o PSDB apoiou candidatos a prefeito de oposição em 70 municípios a maioria filiados à legenda mas também´apoiou candidatos filiados do DEM e do PMDB, o que garantiu a esses partidos o comando de dezenas de cidades. 
Na atual campanha a posição do PSDB, repassada pelo senador Sérgio Guerra e pela direção estadual a todos os filiados, é a de apoio irrestrito à candidatura do senador Jarbas Vasconcelos que reconhecemos como comandante da aliança e pessoa que merece toda nossa confiança.
Os deputados federais e estaduais do PSDB vêm comparecendo a todos os atos de campanha de Jarbas para os quais são convidados e foi um deputado do PSDB, Antonio Morais, que realizou o maior evento da campanha de Jarbas no interior até agora, reunindo 1.200 pessoas no município de Carpina.
No nosso partido não há duas orientações mas somente uma: a de apoiar a candidatura de Jarbas Vasconcelos. O PSDB, da mesma forma, não deixará de indicar membros para compor a chapa majoritária se essa for a orientação do candidato a governador”.

Bookmark and Share

 

DOIS JOVENS DE BUÍQUE FORAM PRESOS COM PEDRAS DE CRACK NA CIDADE DE ARCOVERDE

Por volta das 17:55 horas do dia 1 de junho de 2010, na cidade de Arcoverde, foiram detidos por Policiais Militares GLAUDSTON OLIVEIRA DE MOURA, 22 anos e FÁBIO OLIVEIRA DE MOURA, 19 anos, ambos irmãos, residente na Rua Felix Freitas Galvão, 132, aquí na cidade de Buíque, os quais portavam 05(cinco) pedras de CRACK, que fracionadas posteriormente dariam aproximadamente 100(cem) papelotes para o consumo, a droga apreendida e os elementos foram conduzidos à Delegacia para as providências cabíveis.

BUÍQUE EM CLIMA QUENTE

O dia hoje em Buíque está completamente movimentado, com a pequena pausa que o frio deu por aquí, os motoristas e motoqueiros que não estão andando na linha certa estão numa verdadeira pindura, pois viaturas da Polícia Militar estão rondando pelas ruas da cidade,  fazendo britz, abordando e corrigindo condutores.
para aqueles que ainda não tiraram sua carteira de motorista ou estão com veículos em atrazo, o negócio está mais que feio, pois serão encaminhados até a Delegacia desta cidade, com inúmeros prejuizos, são multas e perdas que podemos evitar ao máximo. Fique atento.

Fique por dentro de tudo que se passa por aquí, seja um dos nossos seguidores...
 

LULA DIZ QUE FARÁ CAMPANHA PARA DILMA ATÉ NE PORTA DE FÁBRICAS


JARBAS: "NÃO POSSO FAZER NADA SE OS PREFEITOS NOS ABANDONARAM"


Com a maioria dos prefeitos alinhados com o governador Eduardo Campos (PSB), o que deixa a oposição em uma batalha permanente para contabilizar votos no interior pernambucano, o senador Jarbas Vasconcelos deu um recado em alto e bom tom para os eternos governistas: "Não posso fazer nada se os prefeitos nos abandonaram, mas não venham com mentiras pra cima da gente". Em discurso na cidade de Carpina, Mata Norte, o pré-candidato ao Governo do Estado voltou a falar que o Bolsa Família, principal programa social do governo federal, não é exclusividade de Lula.

O peemedebista lembra que durante a Era FHC, já existia o Bolsa Escola. Para Jarbas, é "conto da carochinha" os governistas aformarem que a oposição de hoje pretende acabar com o Bolsa Família se vencer as eleições com José Serra. Ele disse que ao contrário do que abandonaram o peemedebista, não representa ameaça a uma boa votação de Serra em Pernambuco, na avaliação de muitos tucanos. Segundo eles, mais à frente, com Jarbas liderando as pesquisas, o cenário pode mudar completamente. Vamos aguardar...
Fonte: ZF

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO