quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Duplicação da BR 232 ligando São Caetano a Arcoverde não entra no Orçamento da União


Cerca de meio milhão de pernambucanos seriam beneficiados com a duplicação da BR 232, que ligaria São Caetano, no Agreste, a Arcoverde, Sertão do Estado. Porém, o Orçamento Geral da União foi fechado já com as propostas da bancada de Pernambuco, e a duplicação não estava na lista.
As prioridades, segundo a bancada federal do estado, são investimentos para Suape, cerca de 190 milhões de reais, Porto do Recife, com 100 milhões, Parque Jiquiá (Centro de Tecnologia), na faixa de 100 milhões e a duplicação da BR 323, ligando São Caetano a Garanhuns, no Agreste Meridional, esta última, orçada em torno de 360 milhões de reais.
Cidades como Tacaimbó, Belo Jardim, São Bento do Una, Sanharó e Pesqueira também iriam ser privilegiadas com a duplicação. A proposta de orçamento estadual é anual, o que significa que mesmo não estando incluída no orçamento de 2011, a duplicação pode ser indicada como prioridade para 2012.
Do JC OnlineNúcleo SJCC/Caruaru

RECADINHO DO NORDESTINO

Já que existe no sul esse conceito
Que o nordeste é ruim, seco e ingrato

Já que existe a separação de fato
É preciso torná-la de direito
Quando um dia qualquer isso for feito
Todos dois vão lucrar imensamente
Começando uma vida diferente
De que a gente até hoje tem vivido
Imagina o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Dividindo a partir de Salvador

O nordeste seria outro país
Vigoroso, leal, rico e feliz
Sem dever a ninguém no exterior
Jangadeiro seria o senador
O cassaco de roça era o suplente
Cantador de viola o presidente
O vaqueiro era o líder do partido
Imagina o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Em Recife o distrito industrial

O idioma ia ser nordestinense
A bandeira de renda cearense
“Asa Branca” era o hino nacional
O folheto era o símbolo oficial
A moeda, o tostão de antigamente
Conselheiro seria o inconfidente
Lampião, o herói inesquecido
Imagina o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

O Brasil ia ter de importar

Do nordeste algodão, cana, caju
Carnaúba, laranja, babaçu
Abacaxi e o sal de cozinhar

O arroz, o agave do lugar

O petróleo, a cebola, o aguardente
O nordeste é auto-suficiente
O seu lucro seria garantido
Imagina o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Se isso aí se tornar realidade

E alguém do Brasil nos visitar
Nesse nosso país vai encontrar
Confiança, respeito e amizade
Tem o pão repartido na metade,
Temo prato na mesa, a cama quente
Brasileiro será irmão da gente
Vai pra lá que será bem recebido
Imagina o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Eu não quero, com isso, que vocês

Imaginem que eu tento ser grosseiro
Pois se lembrem que o povo brasileiro
É amigo do povo português
Se um dia a separação se fez
Todos os dois se respeitam no presente
Se isso aí já deu certo antigamente
Nesse exemplo concreto e conhecido
Imagina o Brasil ser dividido
E o nordeste ficar independente

Povo do meu Brasil

Políticos brasileiros
Não pensem que vocês nos enganam
Porque nosso povo não é besta

Detran promove leilão de veículos apreendidos



O Detran-PE vai realizar no dia 27 de novembro o leilão de 134 veículos apreendidos, entre carros e motos. Os interessados em conferir modelo, estado de conservação e valor inicial dos itens podem visitar a sede do órgão a partir desta sexta-feira (19), das 8h às 16h30.

Na ocasião os presentes poderão ver de perto cada veículo e conferir modelo, estado de conservação e valor inicial. Há duas categorias: os recuperáveis, que poderão voltar a circular e os não-recuperáveis ou sucatas, cuja utilização está destinada ao reaproveitamento de peças e partes metálicas. Os veículos expostos foram apreendidos por irregularidades e não retirados pelos proprietários dentro dos prazos estabelecidos pela legislação.

Podem participar do leilão pessoas físicas ou jurídicas, com exceção de menores de idade, servidores e funcionários à disposição do órgão. Uma vez arrematada, o pagamento do veículo pode ser feito à vista, ou 30% em espécie, que corresponderá à caução, e o complemento no prazo máximo de 72 horas.

O edital contendo outras especificações acerca das condições de participação está disponível, gratuitamente, na sede do Detran-PE, na Estrada do Barbalho, 889, Iputinga, e no site www.detran.pe.gov.br.

Mais informações através dos números 3184-8264 e 3184-8149, das 8h às 13h.


Vereadores de Caruaru terão que devolver mais de 400 mil aos cofres públicos


De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), quatorze vereadores de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, da legislatura de 2006, precisarão devolver mais de R$ 400 mil aos cofres públicos.

O valor exato é de 400.043,91, o TCE condenou os vereadores por utilizarem dinheiro público para gastos que não têm finalidade pública. Segundo o Tribunal, o dinheiro estaria sendo gasto com compra de combustível, pagamento de seguro de veículos, aluguéis de imóveis e até para publicidades.

Ainda segundo o TCE, esse dinheiro que os vereadores terão que devolver é correspondente a Verba Indenizatória que já foi extinta. Era um dinheiro que os representantes do povo utilizavam e depois prestavam contas com notas fiscais.

Cada um dos acusados, tem 30 dias para apresentar defesa. Depois terão mais 30 dias para aguardar uma decisão do Tribunal. Logo após, mais 30 dias para pagar o que devem.

» Confira a relação dos vereadores e valores a serem devolvidos:

1- Laura Mota Gomes                                        R$ 21.403,00
2- Gilberto José da Silva                                    R$ 26.988,00
3- Diogo César de Miranda B. Cantarelli              R$ 32.508,30
4- Cecíllio Pedro da Silva                                   R$ 31.436,09
5- Espólio de Sebastião F. Dias de Oliveira         R$ 27.691,00
6- Lourinaldo Florêncio de Morais                      R$ 30.772,86
7- Manoel Antônio de Oliveira Alecrim               R$ 35.466,32
8- Marco Aurélio Casé                                       R$ 24.592,24
9- Manoel Texeira de Lima                                R$ 27.791,00
10- Gilvan Pereira Reis                                      R$ 30.550,18
11- José Joel Alves                                            R$ 27.759,00
12- Severino Barbosa Leal                                  R$ 31.690,92
13- Joseval Lima Bezerra                                   R$ 30.130,00
14- Leonardo Chaves da Silva                             R$ 21.265,00

Polícia erradica mais de mil pés de maconha no Sertão




Uma operação conjunta entre a Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga,(Ciosac), Grupo de Apoio Tático Especial, (Gate) e Polícia Federal erradicou nessa terça-feira (16) 1.960 pés de maconha em Cabrobó, Sertão de Pernambuco. Os policiais começaram a ação ainda de madrugada, depois de várias buscas foi localizada a plantação na Ilha de Assunção.

Os pés de maconha foram incinerados no local e três exemplares da planta foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil para que sejam feitas análises.

Esta é a segunda operação da polícia que consegue erradicar plantações de maconha somente esta semana. No domingo (14) 750 pés foram incinerados em uma ilhota nas proximidades da Ilha do Borrego, nessa ação uma pessoa foi presa: Uidemar Maximiano da Silva.

Eduardo Campos vai levar propostas ao presidente Lula



Após voltar da Europa onde passa uma temporada de férias, o governador reeleito e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, retomará as articulações para a composição do ministério da presidente eleita Dilma Rousseff (PT). Já está agendada uma reunião do socialista com o presidente Lula, em Brasília, na próxima segunda-feira - o encontro seria na sexta-feira, mas foi adiado em função das agendas. A conversa que Eduardo terá com Lula servirá, também, para que os dois acertem a última visita do petista a Pernambuco como presidente. O desejo de Lula é inaugurar algum trecho da transposição do Rio São Francisco, no Sertão, mas outra pauta no Recife não está descartada. O compromisso seria no dia 30 ou mesmo no dia 31 de dezembro. Em 1º de janeiro, Lula passará a faixa presidencial para Dilma.

Eduardo retorna ao Brasil, quinta-feira à noite e, no dia seguinte, já cairá em campo para ouvir lideranças socialistas com o objetivo de colher o sentimento do partido para externá-lo no encontro com Lula. Depois de sair maior das eleições - elegeu seis governadores, 35 federais e quatro senadores -, o PSB cobiça dois ministérios de peso no Governo Dilma. Leia-se: Integração Nacional e/ou Cidades; duas pastas de caráter finalísticos, com orçamentos robustos, mais cargos a nomear e uma proximidade maior de governos e prefeituras, no comparativo com o Ministério de Ciência e Tecnologia, comandado atualmente pelo partido.
O problema é que as duas pastas estão na mira do PMDB, que já comanda Integração Nacional e cresceu o olho sobre a de Cidades, dirigida pelo PP. 

Os socialistas também demonstram interesse em manter a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A vaga seria destinada ao deputado federal Ciro Gomes, rifado pelo seu próprio partido da corrida presidencial para que o PSB pudesse aderir à campanha de Dilma Rousseff. Se fizer valer seu prestígio junto a Lula e Dilma, o governador Eduardo Campos pode emplacar um ministro pernambucano. A eventual nomeação passa, entretanto, por um entendimento com o PT local, que tem os nomes do senador eleito Humberto Costa, do ex-prefeito João Paulo e do deputado federal Maurício Rands nas bolsas de apostas. Destes, Humberto aparece com mais chances. Mas o ex-minstro da Saúde já disse que quer cumprir seu mandato no Senado.

O atual secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho (PSB), é citado como “ministeriável”. Com bom trânsito junto ao presidente Lula e dimensão política para ocupar cargo na Esplanada dos Ministérios, o socialista poderia ser indicado como uma forma de ser compensado por ter sido sacado da corrida pelo Senado a pedido de Eduardo. 
Fonte FP

Fome e miséria são uma vergonha para o mundo, diz ministro


Fome e miséria são uma “marca lamentável na entrada do século 21” e significam “uma vergonha para a humanidade”. As declarações são do ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, para quem a realização de campanhas públicas em prol da segurança alimentar nos países mais pobres é uma causa que precisa ser abraçada.
O ministro participou ontem (16) do Seminário sobre Aquisição Pública de Alimentos da Agricultura Familiar, que reúne desde o dia 15, em Brasília, representantes de países do Mercosul, da África e da Índia interessados em conhecer a iniciativa pioneira do Brasil nessa área.
Segundo Cassel, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Agricultura Familiar, gerido pelo ministério, garante uma organização estrutural do setor produtivo e funciona bem como estratégia emergencial, garantindo preços melhores dos produtos e a formação de estoques reguladores.
O representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Nutrição (FAO) para a América Latina e o Caribe José Graziano sugeriu inovações no PAA, tais como a possibilidade de fazer compras antecipadas. Isso, segundo ele, poderia baratear custos para os produtores familiares. Para ele, o PAA propicia “organização social e política no país e evita desvio de recursos, por ser gerido pelo governo federal e não pelos executivos municipais e estaduais”.

PSDB e PPS analisam hipótese de fundir as legendas




Sem alarde, PSDB e PPS analisam a viabilidade e a conveniência de fundir as duas legendas numa só. As conversas, ainda embrionárias, começaram há duas semanas, nas pegadas da derrota do tucano José Serra para a petista Dilma Rousseff.
Coube ao senador eleito Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) procurar o deputado eleito Roberto Freire (SP), presidente do PPS federal.Ex-chefe da Casa Civil do governo Serra em São Paulo, Aloysio propôs a fusão. Escorou a ideia numa apreensão legislativa. Disse que, juntas, as legendas teriam maior poder de fogo no Congresso.
O PSDB saiu das urnas de 2010 com 53 deputados e 11 sedadores. O PPS, com 12 deputados e um senador.Na cabeça de Aloysio, a nova legenda abrigaria os “descontestes” de outros partidos –do PMDB ao DEM, passando por PDT e PSB. Citou-se o exemplo do senador Jarbas Vasconcelos (PE), um oposicionista aninhado no protogovernista PMDB.

Dilma se reúne com Lula no Palácio da Alvorada



A presidente eleita, Dilma Rousseff, se reuniu na noite de ontem (16) com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio da Alvorada. Dilma e Lula chegaram na residência oficial quase ao mesmo tempo, por volta de 19h50. Mais cedo, a presidente se reuniu com a coordenadora do Programa de Aceleração do Crescinento (PAC), Miriam Belchior, e com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio de Oliveira Passos. O encontro ocorreu na Granja do Torto, uma das residências oficiais da Presidência e local onde Dilma irá morar até a posse, em 1º de janeiro de 2011. Também estiveram presentes à reunião o deputado Antonio Palocci (PT-SP), um dos coordenadores da transição do governo, e Clara Ant, ex-assessora especial da Presidência.

A presidente eleita define até dezembro, juntamente com a equipe de transição e com auxílio de Lula, os nomes que ocuparão os ministérios no novo governo. Em entrevistas, Dilma evita confirmar a permanência de ministros e falar de possíveis indicados. Segundo ela, o anúncio da equipe ministerial será feita "em bloco" para evitar "especulações".

Formação do novo governo deve ocorrer até 15 de dezembro


O vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB), afirmou nesta quarta-feira (17) que até o dia 15 de dezembro deve estar concluída a formação do governo da presidente eleita Dilma Rousseff (PT). Ele esteve nesta manhã com Dilma discutindo o assunto. “Conversamos sobre a formação do governo, mas é em longo prazo. Não há nada definido sobre isso”. Questionado se até o dia 15 de dezembro os nomes dos ministros seriam divulgados, Temer confirmou. “Até 15 de dezembro isso vai estar resolvido”.
Temer, que presidente o PMDB, negou que haja intenção do partido em ampliar seu espaço na Esplanada dos Ministérios. “Não se cogita disso”, garantiu. O vice-presidente eleito participou neste início de tarde de uma reunião com os líderes do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP), e do PMDB, Henrique Eduardo Alves, que são citados como pré-candidatos à Presidência da Câmara. Após o encontro, os três garantidos que PT e PMDB estarão unidos nesta disputa e na formação do governo.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO