segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

DAIDSON FOI O PRIMEIRO

Se tem conhecimento de que no desenrolar do rompimento do vereador Daidson com o prefeito Jonas Neto, com quem se elegeu representante do povo buiquense, foi o primeiro a manifestar o seu apoio em Buíque, ao candidato Júlio Cavalcanti, logo no início da campanha deste. Depois passou a formar um grupo, vindo nessa mesma direção, mas por uma boa troca política de bastidores, a apoiar o irmão de Zeca Cavalcanti para deputado estadual. Passando a integrar o grupo de apoio à candidatura de Júlio Cavalcanti, em Buíque, se tornou a partir de então, a principal estrela do grupo, por haver sido candidata à prefeita, mesmo que tenha sido derrotada por Jonas Neto, mas no final das contas, em se tornando Júlio o majoritário de Buíque, quem levou os dividendos mesmo foi Miriam Briano, quanto aos demais, foram praticamente esquecidos, ninguém sabe, ninguém viu e do bolo, pelo visto, só mesmo Miriam Briano é quem vai provar. Os outros vão ter que se contentar mesmo com a distribuição de "pirulitos", um abraço de "tamanduá" e um leve aperto de mãos daqueles que se toca com a ponta dos dedos. É isso que sobra para quem não é a estrela de primeira geração de um grupo político.

Por: Manoel Modesto
Postado por: Buíque & Cia

ASSESSORA DE JÚLIO CAVALCANTI

POLÍTICA
Pelo que se pôde apurar, o deputado recém-empossado, Júlio Cavalcanti, nomeou Miriam Briano, como sua assessora na Assembléia Legislativa, ninguém sabe para que, mas que a candidata à prefeita derrotada na última eleição, em face de ter integrado o grupo que fez de Júlio majoritário em Buíque, foi a agraciada pelo deputado na fatia do bolo que lhe compete. Não se sabe se os demais, cerca de 18 (dezoito) ou mais, que se reuniram para lhe dar apoio em Buíque, serão agraciados com alguma coisa. Pelo menos um "pirulito" de consolo, se acredita, cada um vai com certeza ganhar.

EM POLÍTICA QUEM MAIS FAZ, MENOS MERECE


EM POLÍTICA 
De um modo geral, quem menos desprende desforço no mundo da política, é quem geralmente é premiado com a menor fatia do bolo. Isso é um fato em que um grupo que se reune ou se forma para apoiar certo e determinado candidato, no final de contas, a bem da verdade, quem recebe o maior prêmio pelo feito, mesmo que tenha realizado a menor parcela de trabalho, é quem recebe a maior fatia do bolo. Os demais, podem até recebe um "confeito" de consolo ou nada receber, se a muito chegar, pelo menos um lacônico "muito obrigado", "um tapinha nas costas" como consolo, isso quando o político é consciente. A gente que participada de política há longas datas, pode muito bem observar fatos dessa natureza no nosso cotidiano. Tem coisas no mundo da política, que não dá para entender, nem mesmo os chamados "cientistas políticos", que tanto se alastram mundo afora.

Por: Manoel Modesto

Parte do prédio da Câmara de Vereadores de Belo Jardim desaba

Divulgação / Prefeitura de Belo Jardim
Os moradores de Belo Jardim, no Agreste do Estado, tomaram um susto, na tarde desta segunda-feira (07). Parte do prédio da Câmara de Vereadores do município desabou. Como o expediente termina às 13h, o prédio estava vazio no momento do acidente e ninguém ficou ferido.
Parte de uma parede lateral e o teto onde fica a cúpula caíram. Algumas pessoas que estavam próximas se assustaram, mas também não deixou ninguém ferido.
De acordo com o presidente da Câmara, José Lopes, o prédio tinha 35 anos e sempre passava por reformas e revitalização. O último reparo na estrutura, de acordo com ele, foi feito no final do ano passado e não foi detectado nenhum problema na estrutura.
Divulgação / Prefeitura de Belo JardimDivulgação / Prefeitura de Belo Jardim

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO