domingo, 20 de dezembro de 2015

Buíque permanece na edição 2015 do Guia Destino Rota 232 lançado no estado de Pernambuco


Serviços , A publicação traz 120 estabelecimentos localizados ao longo dos 553 quilômetros da principal rodovia do Estado (foto: divulgação)

A Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco (Seturel-PE), por meio da Empetur, lançou hoje a edição atualizada de 2015 do guia Destino Rota 232: gastronomia, artesanato e outras dicas culturais, no Centro de Convenções de Pernambuco. A publicação traz 120 estabelecimentos localizados ao longo dos 553 quilômetros da principal rodovia do Estado. 

“O guia existe há quatro anos. Nesta edição, resolvemos inovar o material com a quantidade de municípios abordados, que passou de 17 para 23, graças à inserção de localidades próximas ao perímetro daquela rodovia. Isso resultou na ampliação do leque de atrativos informados, incluindo opções ligadas à gastronomia e ao artesanato, além de itens do patrimônio histórico e natural”, explica a presidente da Empetur, Ana Paula Vilaça. 

O Guia contempla opções de restaurantes, bares, centros de artesanato, lojas e pontos turísticos. Os municípios estão divididos entre as regiões da Zona da Mata (Moreno, Glória do Goitá, Vitória de Santo Antão e Pombos), do Agreste (Gravatá/Chã Grande, Sairé, Bezerros/Bonito, Caruaru, São Caetano, Belo Jardim, Sanharó e Pesqueira/Porção) e do Sertão (Arcoverde/Buíque, Custódia, Serra Talhada/Triunfo, Salgueiro/Serrita e Parnamirim). 

A publicação estará disponível em todos os Centros de Atendimentos aos Turistas do Estado, a partir de hoje. Já aplicativos e site estarão no ar em janeiro de 2016.

Salário mínimo passa de R$ 788 para R$ 870,99 a partir de 1º de janeiro de 2016

dinheiro
Congresso aprovou nesta quinta-feira (17) o Orçamento de 2016. O texto estima R$ 2,95 trilhões em receitas para o ano que vem e fixa despesas em valor similar. Também foram previstos recuo de 1,9% do PIB, inflação de 6,47% e dólar a R$ 4,09.
  1. Salário mínimo
    Passa de R$ 788 para R$ 870,99 a partir de 1º de janeiro de 2016.
  2. CPMF
    O Orçamento prevê R$ 10,3 bilhões arrecadados em 2016 com a recriação da CPMF. O que não quer dizer que o retorno do imposto já foi decidido. Ele só volta após o projeto de lei passar pelo Congresso.
  3. Aedes aegypti
    Nas despesas, há R$ 500 milhões previstos para o combate ao mosquito que transmite dengue, zika vírus (causador de microcefalia em recém-nascidos) e febre chikungunya.
  4. Superávit primário
    O Orçamento estabelece a meta de superávit primário em 0,5% do PIB, equivalente a R$ 30,5 bilhões, dos quais R$ 24 bilhões são de responsabilidade do governo federal, e R$ 6,5 bilhões, dos estados e municípios. O superávit primário é a economia que o governo precisa fazer para pagar juros da dívida externa.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO