terça-feira, 27 de novembro de 2012

GIRO POLICIAL - TERÇA-FEIRA - 27/11/2012



BUÍQUE - Por volta das 10:00h, a GT de Buíque foi solicitada por Áureo Gomes de Carvalho, 41 anos, residente na Av. Jonas Camelo, centro, o qual informou sobre um furto que tinha acontecido em seu estabelecimento comercial há 2 dias atrás, onde subtraíram 01(uma) lavadora de alta pressão, de marca Lavor, 01(uma) furadeira, 01(uma) maquita e 01(uma) maquina tico-tico. O mesmo informou que sabia onde estava a lavadora ,o policiamento juntamente com a vitima deslocaram-se até o lava jato,onde o proprietário, Everson  Ferreira  Alves Feitosa, 28 anos, informou que 4 crianças e 3 adolescentes foram oferecer a lavadora em seu estabelecimento e um amigo seu se interessou pela compra mais não tinha dinheiro no momento,então emprestou a quantia de 38 (trinta e oito) reais para ser feito a compra e que não desconfiou que o objeto era roubado , pois as pessoas que estavam vendendo são seus vizinhos e disseram que foi o pai que tinha mandado vender. Diante do fato, todos foram conduzidos juntamente com o objeto à DP de local para as medidas cabíveis.

ARCOVERDE - A GT de Trânsito ao realizar blitz na Avenida Pedro II, centro, durante a abordagem realizada em José Carlos Alves Pereira Filho, 31 anos, que transitava em 01(uma) moto Honda/CG 150, cor preta, placa PEE 7190, com 01(uma) passageira, onde foi verificado pelo policiamento que o condutor estava exercendo a atividade de moto taxista de forma clandestina. Diante do fato, o condutor juntamente com a motocicleta foram conduzidos à DP local para serem tomadas as medidas cabíveis.

PEDRA - Por volta das 18h20 desta segunda-feira PPMM da GT local foram informados através da sede do pelotão sobre um acidente de trânsito ocorrido na Rodovia BR 424, KM 17,5(Zona urbana), Pedra chegando ao setor constataram ser o fato verídico, pois tomaram conhecimento através de populares que uma motocicleta marca Honda, modelo CG 150, placa KKI 8405 que transitava no sentido Venturosa/ Pedra veio a colidir frontalmente com um Caminhão marca Ford, modelo F-4000, placa MUD 6853 que transitava em sentido contrário, nas proximidades da lombada em frente ao cemitério local. Populares e o condutor do caminhão informaram que o condutor da motocicleta trafegava com seu veículo fazendo zigue-zague, denotando estar sob influência de álcool, pois o caminhão ao passar pela lombada ainda tentou desviar da moto, mais o choque foi inevitável. A vítima já havia sido socorrida para o hospital local, dando entrada já sem sinais vitais devido à gravidade dos ferimentos. A ocorrência foi repassada aos cuidados da PRF, sendo também noticiada junto à polícia civil.

ALERTA - Dez municípios de Pernambuco enfrentam risco de surto de dengue



Dez municípios de Pernambuco apresentam risco de surto de dengue, segundo boletim divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde (MS). As cidades estão nas lista das 77 que apresentam índice de infestação superior a 3,9 no Brasil. São elas: Calumbi  (12,4); Betânia (10,1); Itapetim (8,8); Aliança (8,4); São José do Egito (7,5); Condado (7,4); Santa Terezinha (5,7); São Bento do Una (5,2); Arcoverde (4,9) e Jaboatão dos Guararapes (4,3). Os dados são do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) apresentado esta manhã.O estudo traça um panorama para identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor da doença.
Outras 44 cidades, entre elas a capital Recife estao em situação de alerta, com um índice de infestação entre 1 e 3,9. São elas: Limoeiro (3,1); Brejo da Madre de Deus (3); Vertentes (3); Floresta (2,9); Bodocó (2,8); Brejinho (2,7); Santa Cruz da Baixa Verde (2,7); Itambé (2,6); Poção (2,6); Recife (2,6); Santa Cruz (2,6); Santa Maria do Cambuca (2,4); Camaragibe (2,3); Macaparana (2,3); Araripina (2,2); Moreilândia (2,2); Abreu e Lima (2,1); Chã Grande (2,1); Igarassu (2,1); Santa Cruz do Capibaribe (2,1); Camocim de São Felix (1,9); São Lourenço da Mata (1,9); Afogados da Ingazeira (1,8); Serra Talhada (1,8); Bezerros (1,7); Flores (1,5); Paudalho (1,5); Caruaru (1,4); Quixaba 1,4; Sairé 1,4; Carnaíba 1,3; Alagoinha 1,2; Bonito 1,2; Gravatá 1,2; Pombos (1,2); São Joaquim do Monte (1,2); Tamandaré (1,2); Ipojuca (1,1); Santa Filomena (1,1); Tuparetama (1,1); Granito (1); Palmares !(1); Santa Maria da Boa Vista (1) e Solidão (1).
Os demais municípios do estado, entre eles Olinda, apresentaram índice de infestação satisfatório inferior a um: Cabo de Santo Agostinho (0,9); Joaquim Nabuco (0,9); Panelas (0,9); Verdejante (0,9); Ferreiros (0,8); Ibirajuba (0,8); Mirandiba (0,8); Olinda (0,8); Riacho das Almas (0,8); Timbauba (0,8); Cupira (0,7); Frei Miguelinho (0,7); Moreno (0,7); Sanharó (0,7); Canhotinho (0,6); Correntes (0,6); Itapissuma (0,6); São Benedito do Sul (0,6); São José da Coroa Grande (0,6); Triunfo (0,6); Água Preta (0,5); Belém de Maria (0,5); Iguaraci (0,5); Maraial (0,5); Serrita (0,5); Salgueiro (0,4); Terra Nova (0,4); Belo Jardim (0,3); Carpina (0,3); Jataúba (0,3); Lagoa Grande (0,3); Toritama (0,3); Agrestina (0,2); Itamaraca (0,2); Petrolina (0,2); Afrânio (0); Altinhos (0); Amaraji (0); Barra de Guabiraba (0); Belém de São Francisco (0); Carnaubeira da Penha (0); Cedro (0); Cortês (0); Dormentes (0) ; Ingazeira (0)
Itacuruba (0); Jurema (0); Machados (0); Orocó (0); Rio Formoso (0); São Caetano (0)
São José do Belmonte (0); Tabira (0); Tacaimbó (0) e Taquaritinga do Norte (0).
Brasil -Um total de 77 municípioss estão em situação de risco para a dengue (entre as capitais, apenas Porto Velho); 375 em situação de alerta e 787 foram considerados satisfatórios. A pesquisa foi realizada em 1.239 municípios, o que representa um acréscimo de 31% com relação aos participantes de 2011. No ano passado, 800 municípios realizaram o LIRAa.

Dos 77 munícipios em situação de risco no estudo deste ano, 58 realizaram o LIRAa pela primeira vez e 10 mantém a situação de risco, a exemplo de 2011. No ano passado, dos 800 municípios pesquisados, 48 foram identificados em situação de risco, 338 em alerta e 414 com índice satisfatório.

Verbas - Para qualificar as ações de vigilância, prevenção e controle da dengue, o Ministério da Saúde está repassando a todos estados e municípios brasileiros R$ 173,3 milhões. Os recursos representam 20% do valor anual do Piso Fixo de Vigilância e Promoção à Saúde e são destinados ao aprimoramento das atividades de controle do vetor, vigilância epidemiológica e assistência ao paciente com dengue.

O montante repassado neste ano significa um acréscimo 87% com relação ao que foi transferido em 2011 e contempla todos os municípios do país. No ano passado, foram transferidos R$ 92,8 milhões a 1.159 cidades que apresentavam maior incidência da doença.

Governo propõe bolsa para trabalhador se qualificar


O governo prepara mais uma bolsa, desta vez, para a qualificação profissional. A forte formalização no mercado de trabalho brasileiro não foi acompanhada pelo aumento da produtividade, por isso, o secretário de Ações Estratégicas, Ricardo Paes de Barros, da Secretaria de Assuntos Estratégicas (SAE), estuda há cerca de um ano usar o abono salarial, aquele salário mínimo que todo trabalhador com carteira assinada que ganha até dois mínimos tem direito uma vez por ano, para reduzir a rotatividade. 

O secretário também propõe fornecer um cupom de qualificação com valor de R$ 400, o que daria para custear 40 horas de treinamento. O custo dessa política: R$ 32 bilhões, atingindo 30 milhões de trabalhadores.

“Houve aumento fantástico na formalização, mas não na produtividade o que põe a sustentabilidade do processo em risco. Sem a melhora educacional, não teria havido crescimento dos salários. Não é um absurdo a proposta. Dar mil reais a cada trabalhador é direito bastante razoável na sociedade brasileira de hoje”, afirmou Paes de Barros.

A proposta da secretaria que deve estar concluída até o fim do ano prevê mudanças no abono salarial. Seria estendido a todos os trabalhadores assim que entram no primeiro emprego. Atualmente, só depois de cinco anos após a primeira assinatura na carteira, o trabalhador tem direito ao abono. Na proposta, a ideia também é só conceder o benefício integral a quem trabalhou os 12 meses do ano. Hoje, se o empregado começou há um mês num novo emprego, já tem direito ao benefício integral.

Emprego informal caiu de 55,3% para 45,4% em oito anos

Nas contas de Paes de Barros, do custo de R$ 32 bilhões anuais, R$ 12 bilhões já são pagos no abono salarial. Além disso, são gastos R$ 2 bilhões com salário família para os trabalhadores que ganham até R$ 912. Esse benefício seria estendido aos empregados com carteira também ganhando até dois mínimos. O acréscimo seria de R$ 7 bilhões no total, subindo o gasto para R$ 19 bilhões. Já com a qualificação, a despesa estimada é entre R$ 12 bilhões e R$ 13 bilhões:

“Todos os países ricos, inclusive os Estados Unidos, têm as duas coisas. Há uma reorganização nas políticas já existentes, o que daria mais visibilidade ao programa. Esse benefício fica perdido na cabeça do trabalhador. Estamos discutindo a proposta com o Ministério do Trabalho e outros órgãos.”

A proposta do secretário foi apresentado durante no seminário "A formalização recente do mercado de trabalho brasileiro" na sede do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no Rio, nesta segunda-feira (26). No debate, foi mostrado que os trabalhadores informais (por conta própria e sem carteira assinada, por exemplo) respondiam por 55,3% da população ocupada em 2003, taxa que caiu para 45,4% em 2011.

“A redução da informalidade é a segunda maior característica do Brasil na última década, depois da queda da desigualdade. Há efeito da educação, da maior fiscalização nas companhias, e do interesse das empresas em terem mais acesso à crédito e por isso se formalizarem”, disse o presidente do Ipea, Marcelo Neri.

Pesquisas livres no Ipea do Rio

Outros fatores que contribuíram para este fenômeno, segundo o diretor-adjunto da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), Carlos Henrique Corseuil, são a facilitação do registro e abertura de empresas e de contribuição à Previdência Social, a simplificação tributária, e as mudanças no sistema de inspeção trabalhista.

Marcelo Neri afirmou que o seminário é um exemplo das contribuições que os servidores do Ipea no Rio podem dar para o instituto.

“A ideia não é fortalecer o Ipea no Rio, mas deixar as forças de pesquisa da casa fluírem, que estavam represadas. O Ipea começou aqui.”

Neri explicou que a sede de Brasília, por sua proximidade com os ministérios, têm um perfil de maior contribuição para as políticas públicas, enquanto o Ipea no Rio tem um viés mais acadêmico, além de facilidade de diálogo com pesquisadores internacionais.

“O Ipea é uma usina de ideias e um formulador de políticas públicas”, completou.

Mais um suicídio tira a vida de um jovem na ponte da cascavel em Gravatá


A Ponte da Cascavel localizada no rodovia Luiz Gonzaga - BR-232 - entre os municípios de Gravatá e Pombos (PE), tornou-se palco de mais um suicídio. Na tarde da ultima sexta-feira (23), o recifense, Sílvio Bezerra da Silva, de 28 anos, que conduzia um veiculo de modelo Fiat Palio placa MNM-0282 de cor verde.

Segundo informações de testemunha que passava no local, o rapaz estacionou o veiculo que conduzia na ponte, deixou seu aparelho celular e sua carteira no interior do veiculo e em seguida pulou da ponte com 60 metros de altura.

A Policia Rodoviária Federal foi até o local e com ajuda da Policia Civil realizou o levantamento cadavérico. O corpo de Sílvio Bezerra já foi conduzido ao IML do Recife.



C

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO