terça-feira, 22 de agosto de 2017

Dezenas de homens comparecem a Campanha Saúde do Homem, uma parceria entre o Sesc Ler Buíque e a Secretaria de Saúde

A Campanha Saúde do Homem realizada através da parceria em o SESC Ler Buíque e a Secretaria de Saúde do Município de Buíque foi um sucesso, mesmo com o tempo oscilando entre chuva e sol, os homens compareceram em quantidade, isso mostra que todos estão atentos, pois com a Saúde não se brinca. Foram oferecidos testes de Hepatite B, Sífilis e HIV. A atividade aconteceu no último Sábado (19.08), na Praça Major França, das 09h as 13h.


Aferir a pressão com frequência e acompanhar as taxas de colesterol são importantes para evitar doenças crônicas como a diabetes e a hipertensão. Outros exames importantes que precisam ser realizados dizem respeito às doenças sexualmente transmissíveis como o teste de HIV e hepatite B. Foram distribuídos preservativos pelo Comércio e Feira Livre.


Portaria nº 1.944/GM, do Ministério da Saúde, de 27 de agosto de 2009: Parágrafo único. A Política de que trata o caput deste artigo visa promover a melhoria das condições de saúde da população masculina brasileira, contribuindo, de modo efetivo, para a redução da morbidade e da mortalidade dessa população, por meio do enfrentamento racional dos fatores de risco e mediante a facilitação ao acesso, às ações e aos serviços de assistência integral à saúde. 

Confira todos as fotos AQUI

Postagem de: Leonardo Silva

Tupanatinga tem transparência pública julgada irregular pelo TCE

A Segunda Câmara do TCE julgou irregular, nesta quinta-feira (17), a gestão fiscal da prefeitura de Tupanatinga, relativa à transparência, no exercício financeiro de 2016, sob a responsabilidade do ex-prefeito Manoel Tomé Cavalcante Neto.
O processo de gestão fiscal (nº 1621045-1), sob a relatoria do conselheiro Marcos Loreto, foi formalizado com intuito de analisar o cumprimento, por parte da prefeitura, das exigências relativas à transparência pública, voltadas para a responsabilidade na gestão. 
Após análise, a auditoria constatou que o município não cumpre, dentre outros critérios, a transparência, em tempo real, inclusive em meio eletrônico de acesso público aos documentos e informações da gestão fiscal, quais sejam: o Plano Plurianual, a Lei de Diretrizes Orçamentária, a Lei Orçamentária Anual, a Prestação de Contas Anual, o Relatório de Gestão Fiscal, Relatório Resumido de Execução Orçamentária e as informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira.
Devido às falhas citadas, o município foi enquadrado no nível crítico de transparência, de acordo com um levantamento feito pelo Tribunal de Contas para avaliar a situação dos portais em todo o estado e estimular o controle social. De acordo com o Índice de Transparência dos Municípios Pernambucanos (ITMPE), Tupanatinga ficou na 172ª posição entre todos os 184 municípios pernambucanos.
Além disso, o conselheiro aplicou uma multa ao ex-prefeito no valor de R$ 7.677,00. O Ministério Público de Contas esteve representado, na ocasião, pelo procurador Guido Monteiro.  

Gerência de Jornalismo (GEJO), 18/08/2017

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO