terça-feira, 13 de setembro de 2011

Acusado de atear fogo na casa do Prefeito de Águas Belas é preso quando se preparava para fugir


José Macário de Brito, 41 anos, foi preso em sua casa quando se preparava para fugir, nove horas após ter ateado fogo na casa do prefeito de Águas Belas, Genivaldo Menezes na madrugada de domingo (11-9).
Identificado pelas câmeras de segurança da casa, Macário tentou resistir à prisão com uma faca peixeira. A equipe do Delegado de plantão da Cidade, Rossine Blesmany formada pelo comissário  José Paulo Euclides Pereira, e os investigadores Luiz Fernandes  da Silva e Caio Afonso Pereira, desarmou o suspeito e levou-o até o Pelotão Local, onde foi ouvido e passará a noite.
Segundo o Delegado, no momento da prisão, José Macário ainda cheirava a gasolina e com ele foi encontrado um isqueiro embrulhado com fita duréx. O acusado vai ser levado para a Cadeia Pública de Garanhuns-PE, e poderá pegar oito anos de prisão.

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO