quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Coordenadoria de Cultura realiza reunião com organizadores de blocos carnavalescos

Pelo menos oito organizadores de blocos carnavalescos estiveram presentes na reunião em que a  Secretária de Cultura, Srª. Greyce Vaz realizou na manhã deste dia (20) no prédio da Prefeitura Municipal, com o objetivo de organizar as festividades carnavalescas de nossa cidade. O assunto debatido foi sobre o 1º BUÍQUE FEST e a Participação dos Blocos da cidade. Uma prévia carnavalesca que será realizada dia 20/02, saindo com trio elétrico pelas ruas da cidade até a praça de eventos, onde serão escolhidos o rei e a rainha do carnaval 2011 e trará mais desenvolvimento e cultura para nossa cidade além de turistas e visitantes de toda parte, o evento contará com a participação de todos os blocos da cidade. após várias horas de conversa, vários pontos ficaram acertados, outros assuntos ficaram a ser debatidos em uma próxima reunião que será marcada com os dirigentes dos blocos após a coordenação de cultura do município reunir-se com o Sr. Prefeito  Jonas Neto.

Otaviano e Claudiano Filho inauguram obras em Manarí


Na tarde de ontem,  a prefeitura de Manarí -PE  inaugurou a pavimentação da Travessa Antônio Jorge no centro da cidade. Na ocasião estiveram presentes o prefeito da cidade Otaviano Martins, seu filho Leonardo Martins e  o deputado estadual  eleito Claudiano Filho, que junto com moradores falaram sobre a importância dessa obra para o população manariense onde foi possível calçar 859 metros da  artéria. O prefeito mostrou-se orgulhoso em afirmar que mais de 90% das ruas da cidade estão calçadas e sendo inauguradas, honrando com suas metas de governo. Segundo ele, ainda será aplicada uma verba de 1 milhão de Reais em calçamentos na zona urbana e nos distritos do Cercadinho e Serra do Exu. As inaugurações aconteceram durante as festividades do padroeiro da cidade, São Sebastião, em que a gestão municipal procura a cada ano melhorar as atrações artísticas, resgatando uma das maiores tradições de Manarí e atraindo visitantes de várias cidades circunvizinhas.

Por: Roberto e Romero

ABEL DO PT E SEUS 506 VOTOS EM BUÍQUE


CASO INTERESSANTE EM BUÍQUE
       Um caso que seria interessante em Buíque, era se o PT, que lançou Blésman Modesto candidato a prefeito na última eleição, aonde o candidato a vereador Abel do PT, teve 506 votos. Se Abel tivesse obtido mil votos, mesmo assim, não teria sido eleito vereador, uma vez que, sendo o coeficiente para alguém se eleger vereador em Buíque, ou por algum partido ou coligação, em torno de 2,2 mil votos no mínimo, ele não teria sido eleito, em face de o partido não ter atingido com a soma de todos os votos obtidos, o coeficiente eleitoral mínimo para eleger um candidato sequer. Infelizmente, é assim a regra do jogo. Isolado, o PT não faria nenhum vereador, agora, se por acaso coligado com outro partido ou mais partidos políticos, em coligação, até que poderia chegar a atingir o coeficiente mínimo e eleger pelo menos um vereador, cujos votos fluiriam para o mais votado do partido ou da coligação, o que não ocorreu no caso do PT.

Por: Manoel Modesto

ERNANI NETO OU DONA RÔSE

ERNANI NETO
 
         Com base nessa decisão, o suplente de vereador de seu partido, em caso da morte de seu genitor, Til, a vaga, na visão do Ministro Gilmar Mendes, seria sua, e não da coligação, que deu à vaga à vereadora Dona Rose. Dentro desse contexto, o vereador Ernani Neto, mesmo tendo obtido tão-somente 15 votos, seria empossado na vacância por morte de Til, do seu partido, destronando, desta feita, a ex-primeira dama Dona Rose e suplente de vereador na coligação pela qual foi candidata, juntamente com o vereador Til. A briga promete. É esperar para ver qual o comportamento na visão da Justiça Eleitoral local, com esse precedente aberto no STF.

LEGITIMIDADE DE SUPLENTE
 
     Se existem titulares e suplentes, não visualizo de forma alguma, falta de legitimidade para quem quer que seja, nessa condição, que por alguma razão, venha a ocupar a vaga deixada pelo titular. Se há previsão legal, não há o que falar em ilegitimidade de preenchimento da vacância deixada por qualquer que seja a razão dentro da previsão legal. Pode até ser que o suplente tenha obtido ínfimos 15 votos, como no caso de Ernani Neto, mesmo assim, nessa condição de suplente, não existe óbice legal para que não existe legitimidade para que venha a ocupar a vaga do titular, se assim tiver que ser. A questão vem à tona, a despeito de uma polêmica criada recentemente na Câmara de Vereadores de Buíque, em que se levantou uma discussão de falta de legitimidade para o regular exercício parlamentar de quem era suplemente e por isso, não fazia jus a ocupar a vaga deixada pelo titular. Isso na verdade, não existe. Pior que isso, é suplente de senador, que além de não receber voto algum, no geral é gente do mesmo saco de gatos, quando não é um parente próximo, é um pau-bem-mandado, mesmo assim, na vacância, de forma imoral, assume a vaga deixada pelo titular.
 
Por: Manoel Modesto

Garantia Safra é prorrogado

Foi prorrogado até o próximo dia 25, o prazo de inscrições de agricultores de base familiar no Programa Garantia Safra 2010/2011. A iniciativa, dos governos federal e estadual, além dos municípios, consiste num seguro para pequenos produtores que eventualmente perderem suas colheitas em conseqüência de fenômenos climáticos. Em Pernambuco, o programa é coordenado pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária.

Por: Budega Nordestina

Após 48 anos da morte de Vitalino, Mestre é lembrado em Caruaru

Há exatos 48 anos morria o criador da arte figurativa: o ceramista Vitalino Pereira da Silva, o Mestre Vitalino. Ele morreu vítima de varíola, com fama, mas esquecido por órgãos ligados à cultura.

Embora tenha morrido ainda novo, aos 54 anos, Vitalino deixou seus discípulos no Alto do Moura, a maior concentração de artesãos da arte figurativa do mundo. Entre os discípulos mais famosos está o também mestre Manoel Eudócio. Prestes a completar 80 anos no dia 28 de janeiro, ele ainda sente saudades do professor e amigo e lembra como se fosse o dia da morte do Mestre Vitalino. “Foi num domingo muito chuvoso. Ninguém foi ao enterro de Vitalino. Até hoje sinto por isso. Ele queria ser ter se confessado antes de morrer, mas não deu tempo”, ainda lamenta Manoel Eudócio.

A data em que as mãos do gênio deixaram de criar será lembrada com programação que será desenvolvida pela Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru. Logo mais às 10h acontece visita ao túmulo do Mestre, no Cemitério Dom Bosco e às 20h tem celebração de missa na igreja do Alto do Moura.


Central de Jornalismo Liberdade

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO