quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Finalmente os seguidores da maior liderança política do município de Buíque, respiram aliviados



Depois de vários desfechos no “ninho de cobras” Buíque, foram empossados na tarde dessa quinta-feira, 03/01/, o prefeito reeleito Jonas Camêlo Neto, sua vice-prefeita, Miriam Briano e, os cinco vereadores: Vanildo Almeida, Rômulo Camêlo, Edil França, Damião Tomé e Anísio de Dedé.
Inicialmente, “em uma manobra articulada”, foram empossados oito vereadores na ultima segunda-feira, dia 1º de janeiro. Sendo eles: André de Toinho, Felinho da Serrinha, Melque do Catimbau, Paulinho da Saúde, Daidson Amorim, Agnaldo Avelino, Ernani Neto e Peba do Carneiro. Na ocasião foi realizada a eleição que formou a mesa diretora da Casa para o biênio 2013/2015. 
Hoje, dia 03/01, depois de várias especulações, a sessão solene foi presidida pelo vereador-presidente, já empossado, André de Toinho, que ao barulho da população ansiosa deu posse aos eleitos acima citados.
Durante a solenidade, uma multidão se concentrou em frente e dentro da Câmara Municipal e verdadeiros gritos de ordem foram ecoados nos quatro cantos daquela casa, numa singela demonstração de liberdade, após vários boatos envolvendo alguns vereadores da situação.
Mesmo com a quentura e a superlotação dentro da Casa Legislativa, depois que foi dada a posse aos que faltava, o povo ouviu os discursos dos vereadores: Rômulo Camêlo e Damião Tomé, da vice-prefeita Miriam Briano e do prefeito Jonas Neto, que ambos elevaram seus agradecimentos aos buiquenses.
Populares ficaram atentos, principalmente, com a explanação do vereador André de Toinho que “muito nervoso”, disse que jamais fez, ou fará oposição “dentro da Câmara” ao atual prefeito, e que, assim como ele, os vereadores citados também não estariam fazendo oposição, disse ainda, que, iria junto com os demais trabalhar para ajudar a administração de Jonas e Miriam.
Ao final, a população e os empossados se dirigiram para à frente do Palácio Municipal, onde a vice-prefeita Miriam Briano e o então chefe do Poder Executivo mais uma vez agradeceram a votação expressa no ultimo dia 7 de outubro de 2012.
Jonas obteve 54,84% dos votos válidos sobre o ex-prefeito, Arquimedes Valença, totalizando 13.563 votos, com a diferença de 3.386 votos. 

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO