NOVEMBRO AZUL

quarta-feira, 9 de março de 2016

Agreste registra mais de 900 tremores de terra em 14 dias, segundo LabSis

Maior intensidade foi de magnitude 3.8 e ocorreu no dia 23 de fevereiro. 
Reunião foi realizada para acalmar moradores do município de São Caetano.

Do G1 Caruaru
LabSis instala estações sismográficas para monitorar tremores no Agreste (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)LabSis instala estações sismográficas para monitorar tremores no Agreste (Foto: Reprodução/ TV Asa Branca)
Foram registrados 923 tremores entre os municípios de São Caetano e Caruaru, no Agreste de Pernambuco, de 23 de fevereiro até esta terça-feira (8). A informação foi divulgada pelo sismólogo Eduardo Menezes, do Laboratório de Sismologia (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Menezes disse ao G1 que o número está dentro do esperado. Ele afirmou que os tremores nem sempre chegam a ser observados. O sismólogo explicou que os abalos acontecem por  "forças que atuam no interior do planeta e provocam movimentos nas rochas fazendo elas se moverem. É assim que se geram os tremores".

Em São Caetano, local em que foi encontrado o epicentro do tremor de 3.8 de magnitude registrado em 23 de fevereiro - o mais forte até então - moradores estão assustados. Os tremores mais recentes que puderam ser sentidos  - de magnitudes 1.8 e 2.4 - foram registrados em um intervalo de três minutos no sábado (5). Os que foram registrados depois não puderam ser observados, conforme Eduardo Menezes.
Para tentar acalmar a população, foi realizada uma reunião em São Caetano com a Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco e a prefeitura. O objetivo foi discutir maneiras de informar a população sobre as consequências dos abalos e o que pode ser feito se os tremores persistirem.

Monitoramento dos tremores
Uma estação sismográfica foi instalada em São Caetano. Uma equipe do LabSis  esteve no município em 29 de fevereiro. "Decidimos instalar estas estações para termos uma precisão maior dos tremores que ocorrem na região. Os sismógrafos foram colocados em torno da área do epicentro do tremor de 3.8", informou Eduardo Menezes..

Eduardo Menezes ainda explicou que com estas estações, os fenômenos que ocorrerem no local poderão ser monitorados à distância pelo LabSis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse o melhor conteúdo e matérias atualizadas dos fatos e acontecimentos de Buíque e região. Buíque & Cia - O melhor portal de notícias da cidade!

TOME UMA ATITUDE CONTRA O MOSQUITO

CONFIRA FOTOGRAFIAS DE UMA DAS SETE MARAVILHAS DE PERNAMBUCO